Blog Cultura de Rua

postado: 13 de Maio de 2015 às 16:52

Exclusivo: Rashid lança registro de show em comemoração aos cinco anos do EP Hora de Acordar

  • Imprimir

Por Luciana Rabassallo

Quase uma década de carreira no penoso cenário independente do hip-hop nacional não é para qualquer um. Rashid, um dos nomes de maior destaque da nova geração do rap, comemora os cinco anos de lançamento do disco Hora de Acordar, que chegou aos ouvidos dos fãs em março de 2010, de forma criativa.

Alexandre Orion criou o grafite inverso ao transformar a poluição dos carros em impactantes obras de arte.

Após duas aprestações no festival Southwest (SXSW), nos Estados Unidos, o músico voltou ao Brasil e, no dia 11 de abril, fez o show de estreia dele com uma banda completa, formada por DJ Mr Brown, Jhow Produz (bateria), Renato Taimes (guitarra), Weslei Rodrigo (baixo) e Herbert Medeiros (teclados). Na ocasião, ele relembrou os melhores momentos do EP Hora de Acordar. A performance aconteceu no Centro Cultural São Paulo e ganhou um registro em vídeo feito pelo diretor Bruno Cons.

Você ainda não entendeu a mensagem de Cores & Valores? A detenção de Mano Brown é o exemplo perfeito.

O blog Cultura de Rua, espaço dedicado ao hip-hop nacional no site da revista Rolling Stone Brasil, o vídeo que marca a nova fase da carreira de Michel Dias, de 26 anos. "Parece que foi ontem que eu estava em casa. Sem emprego e sem dinheiro. Sem geladeira e sem fogão. Eu só tinha uma cama. Eu poderia ter parado naquele momento. Mas eu tinha aqueles cadernos...", diz ele na abertura do material.

Sempre na ativa, o rapper lançou recentemente o clipe de “Gratidão”, canção que homenageia Dona Vitória, a mãe dele. As imagens foram gravadas em Ijaci, cidade localizada no Sul de Minas Gerais, onde ele viveu boa parte da adolescência. A referência à família é um tema sempre presente nas letras de Rashid.

"Eu sou de esquerda na política e no candomblé", afirma o rapper Thaíde.

Confira o clipe de “Gratidão”, canção que tem produção de Coyote e masterização de DJ Caique:

Mais sobre Rashid no Southwest (SXSW)
O festival South by Southwest (SXSW), que acontece anualmente na cidade Austin, capital do estado norte-americano do Texas, é um divisor de águas na carreira de qualquer artista. Unindo música, cinema e tecnologia, o evento é considerado a “meca dos indies”. Dita tendências e, desde a primeira edição em 1987, revela nomes do calibre de Katy Perry e Lena Dunham.

Exclusivo: Racionais MC's falam sobre o disco Cores & Valores e revelam planos para um novo lançamento.

O rapper paulista Rashid foi uma das atrações do SXSW em 2015. Destaque no cenário nacional, Michel Dias, de 26 anos, fez a segunda participação dele no festival. “Eu fiz dois shows no evento”, conta em entrevista exclusiva ao blog Cultura de Rua, espaço dedicado ao hip-hop no site da Rolling Stone Brasil.

Exclusivo: criador de um estilo vocal único no hip-hop nacional, DBS fala sobre o disco Gordão Chefe.

O músico subiu ao palco pela primeira vez para abrir as apresentações do dia. “Eu estava um pouco nervoso e não tenho medo de admitir isso. Era o primeiro show da minha nova turnê. Havia vários empresários do ramo do entretenimento no local e eu não falo inglês direito. Isso também contribuiu um pouco para a minha insegurança.”

Cultura de Rua elege as 15 grandes canções do hip-hop em 2014.

Com mais de uma década de carreira, Rashid superou as adversidades e mostrou ao público local canções como “Polícia e Ladrão”, “Bate e Gol” e “Um Sonho Só”. A simpatia do rapper em ação logo conquistou a plateia: “Quando eu vi que as pessoas estavam dançando e se divertindo, relaxei e fiz o meu melhor. Depois do show eu recebi alguns elogios, mas, para falar a verdade, não entendi muito bem”.

Após hiato de dez anos, Black Alien lança single emblemático e anuncia disco de estúdio.

Artista independente, Rashid lançou o EP Hora de Acordar (2010) e a mixtapes Dádiva E Dívida (2011), Que Assim Seja (2012) e Confundindo Sábios (2013). Recentemente, divulgou o EP R&K – Seis Sons, uma colaboração com o amigo e parceiro Kamau. “O que importa é a música atravessar todas as barreiras, até mesmo a da língua. Foco na missão, sempre”, explica.

Criolo é ovacionado, mostra versatilidade e convence no show de lançamento do álbum Convoque Seu Buda.

O destaque durante o show no SXSW, contudo, foi o single “Patrão”, que tem participação da cantora Tássia Reis. O clipe da música, que você pode ver abaixo, foi gravado durante a exposição do cineasta Stanley Kubrick no Museu da Imagem e do Som de São Paulo, em 2014. As imagens foram feitas na sala do clássico 2001 - Uma Odisseia no Espaço, que chegou aos cinemas em 1968 e se tornou uma das produções mais cultuadas do diretor norte-americano.