Blog Cultura de Rua

postado: 11 de Ago. de 2015 às 15:42

Veja a capa de TransmutAção, novo disco de BNegão & Seletores de Frequência

  • Imprimir

Por Luciana Rabassallo

Embalados pelo excelente Sintoniza Lá, segundo álbum da carreira – eleito o terceiro melhor disco de 2012 pela Rolling Stone Brasil e lançado nove anos depois do trabalho de estreia, Enxugando Gelo –, BNegão & Seletores de Frequência estão de volta à atividade criativa. O terceiro disco da banda foi gravado nos estúdios Cantos do Trilho e Rockit (de Dado Villa-Lobos), ambos no Rio de Janeiro, e tem previsão de chegar ao mercado nas versões digital (agosto) e física (setembro). “Neste trabalho há alguns caminhos sonoros que ainda não estão registrados na nossa discografia”, conta BNegão, antes de avisar que o grupo está “ousando muito”.

Emicida expõe a luta de classes e o preconceito racial no impactante clipe de “Boa Esperança”.

Os integrantes trabalhavam em um disco completamente instrumental quando receberam a notícia de que haviam sido contemplados com um edital da empresa de cosméticos Natura. “A partir disso, nós marcamos dois meses de ensaios e começamos a compor as novas canções. As letras são sobre espiritualidade e, acima de tudo, a vida em sociedade”, ressalta o músico carioca, que começou a carreira como membro do Planet Hemp, na década de 1990. Apesar das novas incursões sonoras, o disco – batizado como TransmutAção – não abandonará as raízes do grupo. “Não vamos deixar de lado o hip-hop, o funk da década de 1970 ou a música jamaicana.

O blog Cultura de Rua, espaço dedicado ao hip-hop nacional no site da Rolling Stone Brasil, mostra nesta terça-feira, 11, a capa TransmutAção. A imagem, em preto e branco, é uma ilustração do artista carioca Marcelo Ment, que desde 1998 faz das ruas do Brasil a principal tela para sua arte. Entre uma mistura de favelas e fios que formam o rosto de um jovem negro, é possível identificar palavras como "resistência" e "acorde".

Veja a capa de TransmutAção, o novo disco de BNegão & Seletores de Frequência