Blog da Redação

postado: 14 de Fev. de 2017 às 19:05

Segundo pesquisa, casais brasileiros são os mais infiéis do mundo (quando o assunto é séries)

  • Imprimir
Netflix
Reprodução

Por Redação

O Valentine’s Day (Dia de São Valentim) não vai muito bem para os casais brasileiros aficionados por séries. Segundo uma pesquisa conduzida pelo SurveyMonkey e divulgada pela Netflix na última segunda-feira, 13, cerca de 58% dos namorados de origem brasileira já traíram pelo menos uma vez na vida ao assistir à uma série de TV antes do parceiro.

Conceito criado nos Estados Unidos em 2013, o Netflix cheating (algo como “traição via Netflix”, em português) cresceu exponencialmente nos últimos quatro anos em diversos países, sendo que a maior incidência se dá aqui, no Brasil.

De acordo com o estudo (que foi realizado entre 20 e 31 de dezembro de 2016 e cujo índice percentual foi baseado em 30.267 respostas), 81% dos parceiros que traíram são reincidentes, sendo que 44% deles já pularam a cerca para assistir a um episódio da série favorita sem o parceiro três ou mais vezes.

No entanto, ao que tudo indica, não estamos sozinhos dentro dessas estatísticas. Na América Latina, os mexicanos são, também, os que mais traem, com 58% de infiéis confessos. O gênero parece ainda inferir sobre essa inescrupulosa atitude. 53% daqueles que confessaram já ter assistido a alguma série sem o parceiro são homens, enquanto apenas 47% são mulheres.

Ainda de acordo com o estudo, a maioria dos casos acontece no calor do momento. 86% dos casais afirmam trair por impulso, sem pensar direito nas consequências. O que realmente espanta nesses dados é o ciúme dos brasileiros: 16% dos entrevistados daqui afirmaram que esse tipo de traição é pior do que ter um/uma amante de carne e osso.