Exclusivo: Rieg, trio de pop experimental, lança filme que revela mistérios por trás da narrativa apresentada no disco 12:00

Redação Publicado em 20/04/2018, às 12h30 - Atualizado às 12h53

Daniel Jesi (baixo), Nildo Gonzalez (bateria) e Rieg R (voz/ sampler/ synth)
Rafael Passos

Por Igor Brunaldi

A banda Rieg, formada em João Pessoa pelo norte-americano e alemão Rieg R (voz/ sampler/ synth), Daniel Jesi (baixo) e Nildo Gonzalez (bateria), lançou nesta sexta, 20, o filme Rieg 12:00, que explica e desenvolve os mistérios da narrativa apresentada no álbum 12:00, que saiu em março deste ano.

A trama acompanha um jovem que, após perder o pai, decide explorar o sótão da casa onde mora. Lá, o menino encontra fitas VHS que revelam segredos sobre o pai, dando início a uma viagem de descobertas que resultam em drama psicológico. Construído a partir desse contexto, e mergulhando na proposta de utilização de samples visuais, o filme transita de maneira experimental entre registros aleatórios extraídos de fitas dos anos 1990 e cenas atuais da banda tocando as canções do disco (que conta com letras em inglês, português, alemão e francês), além de cenas ficcionais encomendadas para atores amadores através da internet.

As imagens, carregadas de filtros, distorções e cortes rápidos, remetem à estética VHS, o que contribui para a construção de uma ambientação visual incrivelmente compatível com as faixas do disco. Entre máscaras bizarras, performances artísticas e mensagens que ao mesmo tempo explicam e intrigam o espectador (além de transmitirem a sensação de serem proibidas), o trio paraibano transborda criatividade e flerta com o terror psicológico e com a insanidade (tanto sonora quanto imageticamente) durante quase uma hora e vinte de filme.

Em conversa exclusiva com a Rolling Stone Brasil, Rieg explicou que, em uma época em que predomina o streaming e a instantaneidade, a banda decidiu seguir essa estética analógica e retrô para "simular a experiência das fitas K7 e VHS o máximo possível para essa geração digital. O disco foi finalizado em K7 mesmo, e o vídeo em VHS, então haverá o charme e timbragem dessas mídias tão queridas".

Freak, sensorial, psicodélica, imersiva e em diversos momentos perturbadora, a obra completa (álbum+vídeo) está disponível, no momento, apenas no YouTube, mas a banda afirma que pretende lançar versões físicas em DVD e VHS. O disco, que está disponível nas plataformas de streaming, chegará ao mercado em fita k7 e vinil.

Assista abaixo ao filme Rieg 12:00.