Blog Sobe o Som

postado: 14 de Junho de 2017 às 12:00

Exclusivo: Victoria Saavedra explora influências latinas em disco de estreia

  • Imprimir

Por Anna Mota

Conversando em português, a fala mansa da colombiana Victoria Saavedra é musicada pelo leve sotaque hispano. A mescla linguística, não só presente na prosa, é uma das características mais interessantes do disco de estreia da artista, Remanso entre Raízes, que pode ser ouvido em primeira mão aqui no Sobe o Som.

Natural da cidade de Neiva, Victoria veio a São Paulo em 2010 para estudar música na faculdade Souza Lima, com a intenção de passar dois anos, que acabaram se transformando em sete. “O Brasil era um país latino que eu ainda precisava explorar”, explica, ao contextualizar que sempre voltou os estudos para os ritmos da parte sul do continente americano.

E Remanso entre Raízes é o resultado puro dessa pesquisa musical. As dez faixas atravessam sem dificuldade as fronteiras entre o país de origem e o atual lar da cantora, tanto no idioma dos versos, como nos arranjos e nas harmonias. O disco é dividido igualmente entre composições em português e espanhol, uma estratégia utilizada para driblar a barreira musical existente no Brasil em relação à produção dos outros países latino-americanos.

“Uma das minhas intenções é fazer com que as pessoas entendam que o Brasil faz parte da América Latina”, confessa. “Para mim foi bem estranho quando cheguei aqui e tive a sensação de que estava muito distante, quase como em outro continente. Quando eu falava que era colombiana, as pessoas me perguntavam se eu cantava música latina, o que foi engraçado, já que em outros países, música latina não é sinônimo só de cumbia, mas também de samba e bossa-nova.”

O LP conquista pela musicalidade complexa. Além dos instrumentos base de percussão, tocados por Mateus Prado, do baixo de Pedro Dona e do violão de Luca Frazão, ao longo do álbum, as faixas ganham nuances de cuatro, korá, kalimba, guasá, marimba e violino, sons que ditam a pluralidade da produção.

As letras, que falam sobre lugares de origem, pertencimento e empatia, são acompanhadas por melodias que refletem a vivência latina de Victoria. “Vuelos de Maria”, música que abre o disco, traz, por exemplo, uma melodia calcada no landó, ritmo afro-peruano, enquanto a segunda faixa, “Passam”, oferece um embalo brasileiro, emprestado do xote. Um redescobrimento do significado de música latina.

Ouça Remanso entre Raízes abaixo, na íntegra.



O show de estreia de Remanso entre Raízes no Brasil acontece no dia 22 de junho, em São Paulo, no Jazz nos Fundos. Os ingressos custam entre R$ 25 e R$ 35. Mais informações abaixo.

Victoria Saavedra lança Remanso entre Raízes no Jazz nos Fundos
22 de junho de 2017, quinta-feira, às 21h30
Jazz nos Fundos | Rua Cardeal Arcoverde, 742, Pinheiros
Entre R$25 (antecipado) e R$35 (na porta). Vendas pelo site do Jazz nos Fundos.