Blog da Redação

postado: 18 de Março de 2017 às 11:47

Tatá Aeroplano celebra 15 anos de carreira com shows no Centro da Terra, em SP

  • Imprimir

Por Gabriel Nunes

Tatá Aeroplano é um homem de muitos amigos. Em 15 anos intercalando os palcos e o estúdio, o paulistano construiu uma prolífica trajetória musical, fértil em parcerias e projetos tocados paralelamente à carreira solo. Pensando na década e meia que se passou, o cantor organizou uma sequência de shows celebrativos no Centro da Terra, em São Paulo.

A temporada – que teve início na segunda-feira, 6, e que será encerrada no dia 27 de março – faz parte de um projeto que o jornalista e DJ Alexandre Matias pretende realizar ao longo do ano com diversos artistas, conforme revela o cantor. Convidado pelo idealizador do site Trabalho Sujo, o músico preparou, para cada segunda-feira do mês, uma apresentação calcada nos diferentes projetos dele.

O primeiro show do especial comemorativo foi pautado no repertório do disco Cosmic Damião, da dupla Frito Sampler, que ele integra ao lado de Julia Valiengo. Posteriormente, na segunda-feira, 13, foi a vez do músico se apresentar ao lado de Bárbara Eugênia. Na ocasião, o cantor executou algumas das faixas que farão parte de um disco que ele começará a gravar (ainda este mês) ao lado da cantora.

“Fomos para o interior, em novembro de 2014, e compusemos o repertório a partir do nada”, conta Aeroplano sobre o futuro disco colaborativo. “Foi um processo muito legal, super intuitivo e muito livre. A gente escreveu praticamente o álbum todo lá. As canções foram vindo de uma vez só. Ficamos muito em contato com a natureza, criando e criando. Mas como, em 2015, a Bárbara lançou o Frou Frou e no ano passado eu lancei o Step..., tivemos que adiar um pouco as gravações do trabalho.”

Em relação aos próximos shows, na segunda-feira, 20, o cantor apresenta o projeto Zeroum. Formado ao lado do músico Paulo Beto, a banda passou por algumas reformulações antes de chegar ao formato de dupla. “O PB [Paulo Beto] me convidou para entrar no Zeroum para cantar melodias com palavras inexistentes, meio que na onda de grupos do krautrock, como o Can”. O músico ainda revela que o duo pretende divulgar, até o fim do ano, um disco cheio em formato de vinil. Ainda sem título ou previsão de lançamento, o trabalho foi gravado em janeiro no Submarino Fantástico, estúdio de Otávio Carvalho no qual o Frio Sampler costuma gravar. “Fizemos duas sessões como se fossem dois shows, com o Paulo nas bases eletrônicas e sintetizadores e eu fazendo o trabalho de vozes, com um espírito de improviso.”

Na semana seguinte, no dia 27 de março, Aeroplano encerra as comemorações executando o mais recente disco da carreira solo, Step Psicodélico. Gravado em uma atmosfera mais “libertária” que os trabalhos anteriores, como recorda, o disco nasceu após uma “intensa viagem” do músico a Portugal. “Lá eu tive muito contato com o fado, que inspirou ‘Todos os Homens da Terra’. Foi um disco bem coletivo, muito gravado ao vivo, com canções diferentes entre si, algo que pretendo fazer com o álbum em parceria com a Bárbara.” Na ocasião, ele terá a companhia dos músicos Dustan Gallas (Cidadão Instigado), DJ Marco (Criolo), Bruno Buarque (Karina Buhr) e Julia Valiengo (Trupe Chá de Boldo).

Da década e meia de carreira, Tatá Aeroplano leva como aprendizado não um sentimento “saudosista”, mas a capacidade de “se reinventar constantemente”, como ressalta. “Nunca fui muito conectado com essa coisa do tempo”, diz ele. “Foi interessante essa história porque consegui voltar um pouco atrás e perceber melhor as coisas que eu fiz e que ainda tenho tesão pelo que faço. A gente precisa se manter com o estado de espírito aberto a coisas novas, só assim é possível continuar fazendo música.”

Tatá Aeroplano no Centro da Terra
20 e 27 de março, às 20h
Centro da Terra - Rua Piracuama, 19 - Sumaré, São Paulo
Ingressos entre R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)