Edição 107 - Julho de 2015

Os 60 Maiores Momentos da História do Rock and Roll

Há exatamente 6 décadas, em 9 de julho, "Rock Around the Clock" alcançou o número 1 da parada e a era do rock estava oficialmente lançada
  • Imprimir
por Paulo Cavalcanti

Desde que o refrão “one, two, three o’clock, four o’clock, rock”, de “Rock Around the Clock”, começou a ressoar nas rádios norte-americanas em 1955, a presença do rock and roll tem mudado a existência de gente nos quatro cantos do planeta. Na matéria de capa da edição de julho, a partir destas seis décadas do surgimento do gênero, selecionamos 60 momentos que fizeram o rock avançar e se transmutar. É natural que cada um tenha os seus acontecimentos preferidos ou então a própria definição do que é o rock, mas a graça é justamente essa: o estilo sempre se mostrou mutante, adaptável e inquieto, ponto de partida de polêmicas e divergências.

Clique aqui para ler sobre alguns dos 60 maiores momentos do rock, um por década.

É bom lembrar que as raízes do rock vieram do blues, do country e do rhythm and blues, que, por sua vez, desaguaram no soul, no funk e na disco music. Além de mostrarmos os caminhos que levaram a essas quebras e fusões, falamos também do punk, da música eletrônica e do rock alternativo. Afinal, atitude pesa muito nessa equação.

O rock sempre foi sinônimo de rebeldia. As provocações sexuais de Madonna são tão válidas quanto o rebolado de Elvis Presley na década de 1950. Assim, o que une Bill Haley e Amy Winehouse, artistas que aparentemente estão distantes milhões de anos-luz um do outro? Ambos fazem parte da vibrante história do rock and roll, essa semente para ícones de universos variados e com peso imensurável na trajetória de milhões de pessoas que, tantas vezes, dedicam a vida a ele, o gênero mais emblemático – e controverso – da música.

Clique na galeria acima para ver um momento de cada década e leia a matéria completa na edição 107, que chega às bancas nesta sexta, 10.