Edição 110 - Outubro de 2015

Na Natureza Selvagem

Dominic Monaghan, de Lost, estreia nova temporada de programa em que explora locais e seres exóticos
  • Imprimir
por LUCAS BORGES

Dominic monaghan, o hobbit merry, de O Senhor dos Anéis, o mutante Chris Bradley, de X-Men Origens: Wolverine, e o náufrago Charlie Pace, de Lost, tem outra paixão além da dramaturgia. “Quando não estou trabalhando, tento viajar para países malucos à procura de animais. E é legal fazer isso sendo pago, com uma equipe de gravação”, diz o alemão radicado na Inglaterra. Desde 2012, o ator é contratado para mostrar sua fascinação pela natureza no programa Wild Things with Dominic Monaghan, em que explora a vida selvagem de algum destino exótico. Ele se encontra com cobras, lagartos, águas-vivas, morcegos e grilos gigantes durante a segunda temporada da atração. A estreia no Brasil ocorre em 7 de outubro, pelo canal pago BBC Earth. Monaghan nunca estudou o assunto de maneira acadêmica, tendo adquirido todo o vasto conhecimento exibido no programa a partir de uma insaciável curiosidade, cultivada desde a infância. “Todos achamos que os seres humanos são as criaturas mais perfeitamente projetadas neste planeta. Mas tem muitos outros animais mais sofisticados que nós e capazes de se manterem vivos, aquecidos, com comida e em segurança”, ele diz. “Nunca fiquei com medo [nas gravações], pensava que iria acabar sobrevivendo, ou que se não sobrevivesse iria morrer fazendo algo muito legal. Honestamente, a coisa mais assustadora que fizemos foi dirigir à noite”, relata sobre as aventuras que viveu, em tom de brincadeira. Em suas novas empreitadas, o ator reencontrará um companheiro da época em que era um hobbit – o ator Billy Boyd, que deu vida a Pippin. Eles aparecerão juntos nos cenários de filmagem de O Senhor dos Anéis, na Nova Zelândia. Segundo Monaghan, as pequenas criaturas fictícias se dariam bem com animais exóticos: “Os humanos tendem a lutar contra o mundo, agredi-lo, e os hobbits vivem mais em harmonia com o planeta”. Recentemente, Monaghan esteve no Brasil, onde foi em busca de um raro besouro da Amazônia. Fã do país – “Amo qualquer grupo de gente que mostre muita paixão e o Brasil parece estar cheio dela” –, o europeu tinha planos de voltar para conhecer cobras, aranhas, formigas, capivaras e outras coisas mais pelo território nacional. “Também quero ir para São Paulo, vou experimentar a capoeira, o jiu-jítsu, jogar bola na praia. E espero encontrar minha futura esposa. Vou aproveitar bastante [risos].”