Edição 114 - Fevereiro de 2016

Adorável Vilão

Morreu Alan Rickman, o antagonista de Duro de Matar e o amargo Snape, de Harry Potter
  • Imprimir
Adorável Vilão
CHARLES SYKES/INVISION/AP

O mundo ainda se recuperava da morte de David Bowie quando, dias depois, outro britânico de 69 anos foi vítima de câncer, acendendo a chama de todo tipo de teoria conspiratória. Alan Rickman morreu em 14 de janeiro, vítima de câncer no pâncreas.

Apesar de ter tido uma longa carreira no cinema e nos palcos e ser lembrado por muita gente como o grande vilão Hans Gruber, de Duro de Matar, foram os fãs de Harry Potter que mais se comoveram e ergueram suas varinhas em respeito ao admirado ator, que marcou toda uma geração como o ambíguo professor Severo Snape. Foram prestadas homenagens no parque temático do filme, na Flórida (Estados Unidos), na Plataforma 9 ½, em Londres (Inglaterra), e em diversos locais ligados à trama dos livros/filmes.

Com uma carreira que se estendeu por mais de três décadas, Alan Sidney Patrick Rickman, nascido em Londres, teve sucesso no teatro, no cinema e na televisão, tendo ganhado prêmios no Globo de Ouro, Emmy e Bafta. O primeiro longa para o cinema foi, também, o que o tornou conhecido pelo grande público, no já citado Duro de Matar. Ele ainda chegou a dirigir dois filmes, Momento de Afeto (1997) e Um Pouco de Caos (2014). O currículo do artista também incluiu Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões (1991), Dogma (1999) e Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007). Mais recentemente, Rickman deu vida a Hilly Kristal, proprietário da lendária casa de shows CBGB, em CBGB: O Berço do Punk Rock (2013).

Alan Rickman deixou um trabalho inédito: emprestou a voz marcante à Lagarta Azul em Alice Através do Espelho, que estreia em 26 de maio. Além disso, aparece no filme Eye in the Sky, exibido por enquanto somente no Festival de Toronto.