Edição 115 - Março de 2016

A origem do barulho

Documentário retrata o surgimento do heavy metal no Brasil
  • Imprimir

“Um baile em Vitória da Conquista, no meio de um curral, com sol de 40 graus e os caras batendo cabeça, ouvindo metal com as vacas do lado – isso em 1983”, lembra Ricardo Michaelis, exguitarrista do grupo Santuário,
descrevendo uma das cenas obtidas para o filme Brasil Heavy Metal, que resgata a origem do gênero no país. Nos últimos oito anos, Michaelis – ou “Micka”, também diretor da produtora Ideia House – colheu mais de
80 depoimentos de músicos (Andreas Kisser, João Gordo, Igor Cavalera, Robertinho do Recife), jornalistas,
produtores e donos de lojas de discos, entre outros, para o docudrama. “Divulgamos um teaser e ele despertou
uma curiosidade espontânea”, explica, notando que o projeto “só foi ganhando em ousadia” e já rendeu até um disco com músicas inéditas de bandas dos anos 1980.

Com imagens de arquivojamais divulgadas e algumas cenas dramáticas – a encenação da história de dois garotos ilustra os depoimentos, com os meninos vivendo momentos parecidos com os descritos pelos entrevistados –, Brasil Heavy Metal retrata o período entre 1980 e 1989, quando o gênero se consolidou no país. O filme
sai este ano, sem distribuição comercial, apenas para quem colaborou com o crowdfunding do projeto. “É de fã para fã”, frisa Micka. “E quem comprar vai merecer esse material.”