Edição 117 - Maio de 2016

Curtindo a Fama

Com o Last Shadow Puppets, Alex Turner aprendeu a aproveitar o lado positivo do sucesso
  • Imprimir
Curtindo a Fama
Divulgação
por Patrick Doyle

Alex Turner termina o segundo martíni em um bar abafado de Nova York e se lembra das primeiras visitas à cidade, há uma década. O vocalista e guitarrista inglês tinha 20 anos quando seu primeiro grupo de sucesso, o Arctic Monkeys, fez um show bastante comentado por lá. “David Bowie veio ao camarim”,
conta. “Não sabíamos o que dizer a ele. Estávamos simplesmente espantados.”

Na época o Monkeys tinha acabado de liderar as paradas britânicas com o álbum de estreia. Só que Turner teve dificuldade em se adaptar à fama e não ficou feliz com o segundo disco da banda, de 2007. Para se distanciar um pouco, juntou-se ao amigo Miles Kane, do Little Flames, para formar o Last Shadow Puppets, um projeto ambicioso que misturava rock de garagem, doo-wop, faroeste italiano e grandes orquestrações, cortesia de Owen Pallett, do Arcade Fire. “Era uma ideia mista de arrogância e sofisticação. Tocávamos em lugares com teto de ouro e coisas assim”, conta Turner. O álbum se tornou um favorito cult e foi indicado ao prêmio Mercury na Inglaterra.

?Oito anos depois, o Last Shadow Puppets está de volta com Everything You’ve Come to Expect, mais voltado para o pop californiano dos anos 1970. A dupla começou a trabalhar no disco quando o Arctic Monkeys fez uma pausa após lançar AM (2013). “Os outros [integrantes] ?“Ele gosta de ser um astro e encarar a coisa como ela tinham acabado de ter bebês”, diz o cantor. “Voltaremos em algum momento.”

Há dois anos, Turner alarmou fãs ao subir ao palco no Brit Awards e divagar sobre “a natureza cíclica do Universo”. “Muita gente achou que estava louco de drogas, mas não estava”, afirma. “Só não consigo fingir que ganhar um prêmio é algo com que sonhei desde menino.” Kane diz que momentos assim refletem a crescente confiança do vocalista na própria fama. “Ele gosta de ser um astro e encarar a coisa como ela é. Está mais confortável na pró??pria pele.”