Empresa cria app para ajudar o público a cortar gastos por meio de choques elétricos

Em funcionamento com a pulseira inteligente Pavlok, companhia britânica estabelece um novo meio de controle de finanças
  • Imprimir
TIM - Pavlok
Divulgação
por ROLLING STONE/OFERECIMENTO TIM
29 de Ago. de 2016 às 11:46

Comprar pela internet é cômodo e fácil, mas para muitas pessoas vem com um pequeno problema: o fato de, no mundo virtual, você não perceber o dinheiro indo embora pode fazer com que gaste além da conta. A empresa britânica Intelligent Environments, em parceria com a pulseira inteligente Pavlok, quer, no futuro, ajudar os usuários a gastar de maneira mais consciente.

A Pavlok, que está no mercado desde 2014, funciona assim: o usuário insere no app da pulseira informações sobre um hábito que quer deixar de lado (fumar ou roer unhas, por exemplo). Ligada a redes sociais, GPS e outras frentes via celular, a pulseira dá um choque no dono cada vez que ele está prestes a realizar a atividade que quer deixar de lado. Para atividades não rastreáveis pela pulseira, é possível que o próprio usuário se dê um choque.

Parece estranho, mas é uma método já usado por psicólogos antes mesmo da existência de wearables (um dos meios é usar um elástico no pulso, e dar uma “estilingada” em si mesmo a cada vez que se vir prestes a cometer um mal hábito por impulso).

O que a Intelligent Environments fez foi criar um app que conecta a pulseira à sua conta bancária e cartão de crédito. Cada vez que estiver prestes a ultrapassar um limite de gastos pré-estipulado por você mesmo, vai tomar um belo choque no pulso (a pulseira não oferece risco à saúde).

A Pavlok pode ser encontrada aqui aqui. O app em funcionamento com bancos ainda não está disponível.

E você, usaria o dispositivo?

Leia também