Mesclando fotografia, artes plásticas e trabalho digital, fotógrafo cria imagens surreais

Trabalho de Erik Johansson ganha vida graças ao crossover de frentes artísticas
  • Imprimir
Erik Johansson - TIM (Não usar)
Erik Johansson
por ROLLING STONE/OFERECIMENTO TIM
10 de Abril de 2015 às 09:00

Olhando de relance, você até poderia imaginar que uma imagem como a que está acima pudesse ter sido criada apenas no computador. Mas preste atenção a cada detalhe: na verdade, essa figura é um cruzamento entre desenho, artes plásticas, fotografia e pós-produção digital. É graças a reunião do talento para todas essas frentes que o sueco Erik Johansson consegue esses cliques.

Trabalhando como fotógrafo de objetos para grandes empresas, Johansson começou a se interessar pelo poder do uso do Photoshop na fotografia. Assim, começou a criar essas imagens surrealistas, cheias de nuances. Como você pode ver nos dois vídeos de making of abaixo, em inglês, as imagens deixam bem claro que tudo com o que o artista trabalha é essencial para o resultado final. Sem desenhar o esboço do que ele quer criar, não seria possível montar a composição desejada; sem trabalhar com artes plásticas, ele não poderia ter alguns dos elementos das fotos; sem a foto propriamente dita, não haveria a imagem; e sem os surpreendentes retoques digitais, não haveria a perfeição surrealista que vemos.





Veja mais do trabalho de Johansson no site oficial.

Leia também