Plataformas facilitam a publicação de e-books

Qualquer pessoa pode divulgar seus próprios livros digitais no Widbook, no Kobo Writing Life ou com o Kindle Direct Publishing
  • Imprimir
TIM - e-books
Thinkstock
por ROLLING STONE/OFERECIMENTO TIM
30 de Jan. de 2015 às 09:00

Os blogs são um ótimo veículo para quem gosta de publicar suas próprias histórias, textos jornalísticos, opinativos ou até mesmo diários eletrônicos. Mas se sua intenção é ir além, com textos maiores, uma ideia é publicar o próprio e-book. E fazer isso está mais fácil do que nunca.

Uma das plataformas que permite que você publique seu próprio e-book é a Widbook (Android, iOS), criada por brasileiros. Ela funciona como uma rede social, em que você publica seus livros e recebe o feedback de leitores que podem estar em diversos lugares do mundo. Você pode inclusive publicar um livro aos poucos, por capítulos, e ir continuando a história a partir do retorno dos leitores. A plataforma funciona tanto para Android quanto para iOS para leitura e comentários, mas na hora de fazer o upload de um e-book é preciso estar diante de um computador.

O Kobo Writing Life funciona de maneira um pouco diferente. Nele, você coloca seu livro à venda. Basta criar título, uma sinopse e fazer o upload de uma capa, para em seguida publicar seu livro digital. Depois, é preciso definir em que moeda e em quais países o e-book estará à venda. Não existe um app específico para a publicação dos livros, mas o app de leitura do Kobo está disponível para Android e iOS.

O Kindle, um dos e-readers mais famosos do mundo (e que conta com apps para Android e iOS), também tem disponível uma plataforma de publicação de e-books, chamada Kindle Direct Publishing. Como o Kobo, ele permite que você estipule um preço e venda seus livros. Dá para acompanhar os gráficos de vendas na plataforma, além de ser possível criar uma página própria do autor. Até 70% dos royalties vão para você.

Se você quer dividir suas histórias com o mundo, essas plataformas te ajudam a colocar livros à disposição dos leitores.

Leia também