Playlist: ouça músicas que fazem parte dos shows da atual turnê do Guns N’ Roses

  • Imprimir
Guns N' Roses
Divulgação
por ROLLING STONE/OFERECIMENTO TIM
7 de Nov. de 2016 às 11:53

Depois de anos de espera – e de muitas dúvidas – os fãs finalmente estão vendo Axl Rose e Slash juntos mais uma vez no Guns N’ Roses. A turnê Not in This Lifetime, que também conta com o baixista da formação clássica, Duff McKagan, desembarca no Brasil nesta semana. Prepare-se para as apresentações com essa playlist, que tem canções que fizeram parte de todos os shows da maratona até o momento.

“It's So Easy”
O primeiro single do Guns veio de uma letra escrita pelo baixista Duff McKagan em parceria com o guitarrista West Arkeen, que trabalhou em algumas outras canções da banda (ele morreu em 1997, aos 36 anos, em decorrência de uma overdose acidental de medicamentos controlados). Na letra, McKagan fala sobre o tédio de ter pessoas o bajulando o tempo inteiro. Quando escreveu a faixa, ele não tinha nem o dinheiro nem a fama que viria a conquistar no Guns, mas ainda assim contava com algumas facilidades por ser um músico na noite de Los Angeles.

“Mr. Brownstone”
Com um solo matador de Slash, a música fala do vício em heroína do guitarrista e de Izzy Stradlin (que também tocava o instrumento no Guns). A palavra “brownstone” era usada para se referir à droga na época.

“Chinese Democracy”
A faixa que dá título ao mais recente álbum da banda, lançado em 2008 (tendo apenas o vocalista Axl Rose como representante da formação clássica) é também a melhor dele. O disco se tornou um marco, mas não por bons motivos: começou a ser forjado em 1997, teve o lançamento adiado diversas vezes e custou cerca de US$ 13 milhões, o mais alto valor já investido na produção de um disco de rock and roll.

“Welcome to the Jungle”
Uma das canções de hard rock mais famosas já produzidas (assim como outras da discografia da banda), com um verso inconfundível: “You know where you are? You’re in the jungle, baby”.

“Sweet Child O'Mine”
O Guns tem versos e letras polêmicos em referência a mulheres (como “Turn around bitch I got a use for you”, de “It’s So Easy”, ou a letra de “Used to Love Her”, que sugere um assassinato), mas também fez algumas canções de amor. É o caso dessa, que Axl compôs para a namorada (com quem mais tarde viria a passar alguns meses casado) Erin Everly.

“Rocket Queen”
Uma canção famosa por causa de sua história, mais do que por sua composição: Axl Rose gravou no estúdio uma relação sexual que teve com uma namorada de idas e vindas de Steven Adler (bateria), Adriana Smith.

“You Could Be Mine”
Fala sobre separação e foi escrita em referência a um relacionamento do guitarrista Izzy Stradlin. A primeira vez que foi tocada ao vivo pela banda foi no Rock in Rio II, em 1991.

“Civil War”
Em meio a canções sobre drogas e mulheres, o Guns compôs um hino antiguerra que é cantado em massa ao vivo.

“Don't Cry”
Mais uma canção escrita por Axl com Erin Everly em mente.

“November Rain”
O show do Guns N’ Roses tem guitarras rasgadas em abundância, como não poderia deixar de ser, mas as baladas também fazem sucesso. É o caso de “November Rain”, clássico tocado por Axl ao piano.

Ouça essas e diversas outras canções da banda no serviço de streaming TIMmusic by Deezer. Se ainda não tem o TIM MUSIC by DEEZER envie MUSICA para 8000 e descubra.

Leia também