Universidade norte-americana investe em biblioteca sem livros de papel

Espaço inaugurado na Florida Polytechnic University conta com mais de 135 mil e-books
  • Imprimir
TIM - Livraria
Thinkstock
por Rolling Stone/ Oferecimento TIM
3 de Out. de 2014 às 09:00

Os e-books já fazem parte do dia a dia de muita gente. Então, por que não ultrapassar a barreira do papel e lançar uma grande biblioteca digital, sem livros físicos? Foi assim que pensou a diretoria da Florida Polytechnic University, na cidade de Lakeland, Flórida, antes de inaugurar a nova biblioteca da universidade.

O lugar, que conta com um design arquitetônico moderno, desenhado pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava, não tem uma prateleira de livros sequer. Todo o acervo é digital – os alunos podem acessar mais de 135 mil títulos nos próprios dispositivos, sejam eles computadores, celulares ou tablets, também fora do local. O espaço físico da biblioteca serve como ponto de encontro entre os alunos e, claro, espaço para leitura. Além disso, lá estão bibliotecários especializados para ensinar quem tiver dificuldades com o uso dos livros digitais.

“É uma decisão bastante relevante seguir em frente sem livros”, disse Kathryn Miller, diretor do setor de bibliotecas da universidade, de acordo com o jornal britânico Daily Mail. “Em vez de o bibliotecário escolher livros que ele acha relevante para colocar nas prateleiras, os próprios estudantes podem escolher.”

Os alunos que ainda preferirem os livros de papel continuarão tendo acesso a eles, por um sistema de empréstimo de uma das outras 11 bibliotecas de universidades públicas da Flórida.

Resta saber se a iniciativa vai pegar e se, quem sabe, alguma universidade brasileira vai embarcar na ideia de uma biblioteca só com e-books.

Clique aqui para ver fotos do local inaugurado na Florida Polytechnic University.

Leia também