Em Yoñlu, arte e tragédia caminham de mãos dadas