Kanye West - Ye
Reprodução

Ye

Kanye West

Guias / CDs - Rob Sheffield Publicado em 08/07/2018, às 12h38 - Atualizado às 12h39

Tem sido difícil ser fã de Kanye West em 2018. Neste ano, o artista se ocupou de polêmicas baratas, bancando o palhaço e pavoneando como o novo amiguinho de Donald Trump. Tendo isso em mente, o novo álbum não é a catástrofe que muitos esperavam, mas também não é a redenção que almejava ser. “Este tem sido um ano agitado”, West fala com propriedade na faixa-título, e ele não está brincando. Lançado cinco anos após a obra-prima Yeezus, é claro que Ye sofre na comparação – ele tem a metade da duração do disco anterior, apenas 23 minutos. O maior problema é que infelizmente também tem muito menos ambição. É um registro caótico e repleto de insegurança. Tem alguns flashes de brilhantismo, e nesses momentos o rapper nos deixa querendo mais, mas não cumpre a promessa. Ye começa de forma desastrada com “I Thought about Killing You” e acaba de maneira ainda mais atabalhoada com “Violent Crimes”. Poderia ser pior. E, afinal, desde quando alguém espera algum tipo de padrão vindo de Kanye West?

Fonte: Universal

Últimos Guias CDs