Desejo de Matar
Divulgação

Desejo de Matar

Dirigido por Eli Roth

Guias / Filmes - Paulo Cavalcanti Publicado em 12/05/2018, às 19h52 - Atualizado às 19h52

A versão original de Desejo de Matar (1974), estrelada por Charles Bronson e dirigida por Michael Winner, entrou para a cultura pop ao retratar sem filtros a violência desenfreada que tomava conta dos centros urbanos durante a década de 1970. Depois, a franquia seguiu firme com Paul Kersey, o justiceiro interpretado por Bronson, eliminando marginais que ousassem olhar torto para ele. Esta refilmagem, com Bruce Willis assumindo o personagem de Bronson, chega em um momento delicado. O controle de armas é um assunto muito debatido mundialmente e a mensagem do longa, atestando que é necessário fazer justiça com as próprias mãos, se mostra de total irresponsabilidade. Roth filma com competência, mas a produção tem pouco brilho. Mesmo sendo um filme violento e moralmente dúbio, o Desejo de Matar dos anos 1970 era uma experiência cinematográfica visceral, ainda que perversa. Lamentavelmente, nada do sentido catártico e da ironia do original é reproduzido aqui.

Últimos Guias Filmes