Guia de Filmes

O Estranho Que Nós Amamos

O Estranho Que Nós Amamos

Dirigido por Sofia Coppola
  • Rolling  Stone:
    Whole StarWhole StarWhole StarEmpty StarEmpty Star
  • Imprimir
por Paulo Cavalcanti
12 de Agosto de 2017
Lançado em 1971, com direção de Don Siegel e estrelado por Clint Eastwood, O Estranho Que Nós Amamos era um conto de moralidade com um final apavorante. E sob uma interpretação metafórica, o desfecho se mostrava um pesadelo ainda maior. A história do soldado ferido durante a Guerra Civil norte-americana que vai parar em uma escola de mulheres e exercita um diabólico jogo de sedução é refeita com apuro visual por Sofia Coppola. Ela sabe como construir atmosfera, compor elementos e dirigir atores – Nicole e Farrell estão primorosos, assim como o elenco de apoio, que tem Elle Fanning e Kirsten Dunst. A reinterpretação da diretora é plasticamente bela, mas o filme parece existir em algum limbo do ponto de vista emocional. A nova versão não é tão incômoda nem reproduz a sensação visceral do original.