Mindhunter – O Primeiro Caçador de Serial Killers Americano
Reprodução

Mindhunter – O Primeiro Caçador de Serial Killers Americano

John Douglas e Mark Olshaker

Guias / Livros - Anna Mota Publicado em 21/12/2017, às 11h28 - Atualizado às 11h30

A primeira tentativa de John Douglas de transmitir seu conhecimento sobre os serial killers veio em 1993, com Sexual Homicide: Patterns and Motives. Porém, talvez pelo caráter estritamente científico, a tal obra, que explora a história, a motivação e o estado mental desses criminosos, não chegou a milhares de prateleiras. Mas o escritor e agente do FBI não desistiu. O resultado da insistência foi Mindhunter, fruto da parceria dele com Mark Olshaker. Este mantém a característica narrativa básica do primeiro livro, só que com um toque hollywoodiano. Douglas traz a interessante discussão de como é possível prever o perfil psicológico de um assassino a partir de provas criminais. Mas o toque arrebatador fica por conta da própria e novelesca saga mental do autor. Em meio a casos assustadores como o de Wayne Williams, conhecido como o Monstro de Atlanta, Douglas encontra e expõe em palavras a própria vulnerabilidade.

Fonte: Intrínseca

Últimos Guias Livros