Guia de Livros

Mozipédia

Mozipédia

Simon Goddard LeYa
  • Rolling  Stone:
    Whole StarWhole StarWhole StarWhole StarEmpty Star
  • Imprimir
por Christian Petermann
13 de Novembro de 2013
Livro permite mergulho na vida e obra de Morrissey

Morrissey acabou de lançar uma autobiografia (ainda sem previsão de edição nacional) e o livro vem sendo elogiado pela franqueza com que o cantor relata fatos importantes da própria vida. O cantor dos Smiths também surge em detalhes na criteriosa pesquisa e publicação de Mozipédia, uma enciclopédia sobre vida e obra de Moz, apelido dele. A obra do inglês Simon Goddard tem rigorosa tradução do escritor Santiago Nazarian. Morrissey é pouco acessível e naturalmente complexo. Não é uma enciclopédia que resolverá o enigma, mas quase todas as pistas estão aqui, em verbetes que se referem às principais influências e pessoas. A natureza do livro possibilita que cada leitor crie sua ordem de leitura, filtrando o ídolo da forma que quiser. Quanto a referências cinematográficas, descobriu-se, por exemplo, que Morrissey tem lembranças afetivas de Ao Mestre, com Carinho (1967), melodrama de sucesso com Sidney Poitier (e ainda adora a música-tema cantada por Lulu); na infância, também assistiu a A Última Sessão de Cinema (1971), de Peter Bogdanovich, que ele descreve como se fosse seu primeiro relacionamento sexual de verdade; sempre gostou de Kirk Douglas, mas a admiração diminuiu ao ler na autobiografia do galã hollywoodiano sua fascinação pela caça de animais. Outro dos mais extensos verbetes é o dedicado à banda New York Dolls, uma das maiores paixões de Moz.