“Acho que ainda vamos tocar de novo”, diz Jason Bonham sobre o Led Zeppelin

O baterista falou a respeito de ideia de projeto paralelo que não envolveria Robert Plant

Rolling Stone EUA Publicado em 20/12/2015, às 14h08 - Atualizado em 21/12/2015, às 12h59

Jason Bonham vai homenagear o pai com turnê baseada no repertório do Led Zeppelin
AP

Embora qualquer esperança de uma reunião do Led Zeppelin tenha sido afastada depois que Jimmy Page anunciou planos de fazer uma turnê solo em 2016, o baterista Jason Bonham revelou em uma entrevista que ele ainda acredita que as lendas do rock vão acabar dando esse gostinho aos fãs. “No meu coração, eu ainda tenho fé. Creio que ainda vamos tocar juntos”, disse ele, que assumiu as baquetas que um dia foram de seu falecido pai, John, durante a reunião única do Led em dezembro de 2007. "O que falta saber é se será algo público ou privado, mas acredito sim que tocaremos novamente.”

As dez maiores lendas do Led Zeppelin: verdades e mentiras.

Em uma entrevista para a revista online Vanyaland, Bonham também falou sobre a decisão de Robert Plant de se afastar do Led Zeppelin e sobre a turnê que quase aconteceu, em 2008, com outro cantor preenchendo a vaga de vocalista (Steven Tyler, do Aerosmith, e Myles Kennedy, do Alter Bridge, estão entre os que fizemos teste). "Tive uma conversa pessoal com Robert e as coisas sobre as quais falamos foram muito especiais, e eu respeito totalmente a vontade dele. É algo entre nós e fico feliz que a gente tenha tido tempo de falar sobre isso”, Bonham disse.

Lembre como foi o show de Robert Plant no Lollapalooza Brasil 2015.

"Na época, recebi uma ligação do agente de Jimmy e nós íamos nos encontrar e fazer um projeto paralelo. Então basicamente eu, Jimmy e John Paul Jones nos reunimos em algumas ocasiões para ver se conseguiríamos fazer algo. Começamos a compor juntos e havia a possibilidade de alguns vocalistas diferentes. Conforme Jimmy disse, “A gente nunca chamaria isso de Led Zeppelin'. Nos divertimos bastante. Amo Steven e amo Myles – ambos foram ótimos. É uma memória muito especial para mim.”

Conheça as 10 melhores capas de discos de todos os tempos, segundo os leitores da Rolling Stone Brasil.