Os 8 Odiados: autor de trilha sonora ficou chocado com a violência explícita no filme

Ennio Morricone afirmou que "Tarantino sempre defende os mais frágeis"

Redação Publicado em 10/12/2015, às 11h19 - Atualizado às 12h21

Ennio Morricone e Tarantino
AP

O lendário compositor Ennio Morricone admitiu ter ficado chocado com a violência de Os 8 Odiados, novo filme de Quentin Tarantino. O cineasta já havia usado canções compostas por Morricone anteriormente, no entanto, o novo longa-metragem marca a primeira vez na qual o italiano compôs algo especificamente para um filme de Tarantino.

Veja dez grandes personagens de Quentin Tarantino.

Durante um evento no estúdio Abbey Road, em Londres, Morricone afirmou ao The Telegraph que ficou “nervoso” em trabalhar com o cineasta norte-americano. “Achei que ele merecia algo muito especial pelo filme que fez”, disse o compositor. “Fiquei chocado e impressionado com a violência em algumas das cenas, mas depois percebi que foi o terror psicológico que me abalou. Fiquei pensando em todas as vítimas que sofrem diversos tipos de violência todos os dias. Tarantino sempre defende os mais frágeis."

Assista ao mais recente trailer de Os 8 Odiados.

Com uma longa carreira, Ennio Morricone ficou famoso pelas trilhas de clássicos como Três Homens em Conflito, Era Uma Vez no Oeste e My Name is Nobody. Os 8 Odiados é o oitavo filme da carreira de Tarantino, tendo sido escrito e dirigido por ele mesmo. Além de Tim Roth (Cães de Aluguel), o elenco conta com diversos atores que já trabalharam com o cineasta anteriormente, entre eles, Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Bruce Dern e Michael Madsen.

O filme também terá Demian Bichir (Che 2: A Guerrilha), Walton Goggins (A Identidade Bourne), Jennifer Jason Leigh (O Operário), Channing Tatum (Anjos da Lei) e outros. Esta será a primeira produção de Quentin Tarantino desde Django Livre, com o qual ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Original, em 2013. O longa chega aos cinemas do Brasil em 7 de janeiro.