Beyoncé usou playback ao cantar o hino norte-americano na posse de Obama

A banda oficial foi obrigada a usar a versão gravada da música, segundo uma integrante
  • Imprimir
Posse Obama: Beyoncé
AP
por Rolling Stone EUA
22 de Jan. de 2013 às 18:21

Beyoncé usou playback para cantar o hino norte-americano na cerimônia de posse do presidente Obama na última segunda, 21, segundo o jornal The New York Times.

Galeria: veja Katy Perry, Beyoncé e outros artistas na festa.

A versão que Beyoncé cantou foi gravada com a Banda Naval em um estúdio em Washington D.C., no último fim de semana, disse a sargento Kristin duBois, porta-voz da Banda Naval. Ela acrescentou que a banda não teve problemas ao longo da cerimônia, que teve quase duas horas e meia de música, apesar de ter recebido na última hora a ordem que a banda e Beyoncé deveriam usar a versão gravada.

"Não sabemos a razão”, ela disse. "Mas foi a instrução que recebemos, então foi o que fizemos. Não é porque Beyoncé não sabe cantar. Todos sabemos que Beyoncé sabe cantar. E todos sabemos que a Banda Naval sabe tocar."

Ainda não está claro quem tomou a decisão de usar a versão gravada, apesar de o diretor da Banda Naval, Coronel Michael J. Colburn, ter dito, segundo foi noticiado, que recebeu a ordem de fazer essa mudança logo antes de Beyoncé subir ao palco. Durante a performance, a estrela pop pareceu ter uma pequena dificuldade técnica quando o retorno caiu da orelha dela, mas ela continuou aparentemente cantando.

"A performance toda foi ao vivo, menos o hino nacional”, disse a sargento duBois, acrescentando que é padrão haver uma gravação prévia da música, caso o tempo esteja ruim, algo que dificulta a afinação dos instrumentos. Esse foi o caso há quatro anos, quando o frio forçou Yo-Yo Ma, Itzhak Perlman e dois outros músicos a usar uma gravação prévia em suas performances. Beyoncé e seus representantes ainda não se manifestaram a respeito da questão.