Chris Cornell lançará disco acústico ao vivo com faixas da turnê Songbook

Em entrevista à Rolling Stone Brasil, ele revelou que serão 15 músicas gravadas em diferentes shows realizados nos Estados Unidos
  • Imprimir
Chris Cornell
Foto: Divulgação
por Stella Rodrigues
21 de Set. de 2011 às 12:21

Em entrevista à Rolling Stone Brasil, Chris Cornell revelou que os fãs terão uma novidade para adquirir antes da chegada do tão comentando novo álbum do Soundgarden. O músico revelou que lança, em novembro, um disco com 15 faixas gravadas ao vivo em sua turnê acústica, intitulada Songbook.

“A recepção do público foi bem melhor do que eu poderia ter sonhado. Tanto que vou lançar um disco em novembro com músicas de diferentes shows realizados nos Estados Unidos”, contou.

Cornell vem ao Brasil no mesmo mês, quando participa do line-up do SWU. Seu show acontecerá no dia 13.

Na mesma entrevista, o músico afirmou que há pouquíssima chance de acontecer no Brasil uma reunião do Temple of the Dog, assim como a que foi realizada durante o PJ 20 (leia aqui). O encontro estava sendo especulado, já que o Pearl Jam virá tocar no país na mesma época e, sendo assim, os integrantes do Temple of the Dog estarão todos por aqui quase ao mesmo tempo.

O grupo, com apenas um disco lançado, foi criado para homenagear Andrew Wood, vocalista do Mother Love Bone, que morreu de overdose. Na época que foi montado, realizou apenas uma apresentação oficial e lançou um disco. Os integrantes da banda eram, além de Cornell, os atuais membros do Pearl Jam Stone Gossard, Jeff Ament (ambos ex-integrantes do Mother Love Bone), Mike McCready, Matt Cameron e Eddie Vedder.

O reencontro seria algo histórico, porém, a agenda cheia de Cornell não permitirá que ele consiga fazer as datas coincidirem. "Eu adoraria, mas acho que não. Estou com shows muito próximos um do outro, na América do Sul. É muita coincidência mesmo, mas não estamos escondendo nenhum show secreto. Nunca se sabe, mas... não, não. É realmente uma pena que seja quase ao mesmo tempo e não ao mesmo tempo, de fato."

Você lê mais da entrevista com Chris Cornell na edição de outubro da Rolling Stone Brasil.

Recomendadas