David Gilmour tocará em Pompeia 45 anos depois do registro do clássico do Pink Floyd

Guitarrista se apresentará em frente a uma plateia – ao contrário da ocasião de Live in Pompeii – em aguardado retorno à cidade romana
  • Imprimir
David Gilmour
Luigi Costantini/AP
por Rolling Stone EUA
17 de Março de 2016 às 18:04

David Gilmour se apresentará na cidade romana de Pompeia – lugar onde foi registrado o clássico Live in Pompeii, do Pink Floyd – pela primeira vez em 45 anos, no próximo mês de julho.

A notícia foi dada pelo ministro da cultura italiano, Dario Franceschini, na última quarta-feira, 16. “Acordo fechado. Depois de 45 anos, David Gilmour tocará novamente em Pompeia nos dias 7 e 8 de julho”, escreveu ele no Twitter.

Ao contrário do show de Live at Pompeii, ocasião em que o Pink Floyd tocou faixas da era Meddle no Anfiteatro de Pompeia sem plateia, a apresentação de Gilmour acontecerá na região do Anfiteatro de Roma (para um público de aproximadamente 2 mil pessoas).

O ex-guitarrista e vocalista do Pink Floyd, portanto, não subirá ao mesmo palco onde Live at Pompeii foi registrado em áudio de vídeo. A informação foi dada por um assessor da prefeitura da cidade à agência de notícias Reuters.

O setlist provavelmente incluirá faixas do mais recente álbum solo de Gilmour, Rattle That Lock, lançado no ano passado (assemelhando-se muito ao repertório apresentado por ele no Brasil, em 2015). Dias antes dos shows em Pompeia, o guitarrista tocará em outro anfiteatro do século 1, em Verona, na Itália.

Recomendadas