Demitido da cinebio do Queen, Bryan Singer alega que Fox não o deixou cuidar de “parente gravemente doente”

Diretor esteve por diversas vezes ausente no set de filmagens de Bohemian Rhapsody, longa no qual Rami Malek dá vida a Freddie Mercury
  • Imprimir
por Rolling Stone EUA/Redação
5 de Dez. de 2017 às 15:19

O cineasta Bryan Singer não está mais à frente da cinebiografia do Queen, Bohemian Rhapsody, há anos sendo trabalhada. A 20th Century Fox confirmou que demitiu o diretor depois de sua presença se tornar “incerta”, segundo informações do Hollywood Reporter.

Três dias atrás, o estúdio informou que tinha ‘temporariamente interrompido” a produção do filme devido à “inesperada falta de disponibilidade” de Singer. As tensões no set cresceram quando Rami Malek (Mr. Robot), que interpreta Freddie Mercury, começou a reclamar da falta do diretor. Depois, a 20th Century Fox confirmou que a ausência de Singer foi determinante para a demissão.

Agora, ao Hollywood Reporter, Singer responde as acusações de falta de profissionalismo em Bohemian Rhapsody. Ele afirma que a Fox não o permitiu cuidar de um parente com uma “doença grave”. “Queria nada mais que poder terminar este projeto e ajudar a honrar o legado de Freddie Mercury e do Queen, mas a Fox não me deixou fazer isso, pois precisei colocar, temporariamente, a minha saúde e a saúdes dos meus amados em primeiro lugar.”

Singer faltou diversas vezes ao set de filmagens do longa, também irritando o ator Tom Hollander, que dava vida ao empresário do Queen e também deixou do filme. O cineasta Thomas Newton Sigel, inclusive, teve de assumir o posto de diretor por alguns dias. Além disso, Malek e Singer tiveram pelo menos uma discussão mais acalorada, em que o diretor teria atirado um objeto no ator.

Em comunicado ao Hollywood Reporter, Singer ainda disse: “Bohemian Rhapsody é uma paixão para mim. Faltando pouco menos de três semanas de filmagens, pedi a Fox que me desse um tempo para que eu pudesse retornar aos Estados Unidos e lidar com questões ligadas à saúde de um parente. Foi uma experiência tão penosa que acabou afetando até a minha própria saúde. Infelizmente, o estúdio não pôde atender ao pedido e me desligou do projeto. Não foi uma decisão minha e estava fora do meu controle.”

Recomendadas