Exclusivo: disco póstumo de Sabotage ganha edição em vinil

Álbum autointitulado foi lançado digitalmente em 2016 e agora rende versão física com faixa bônus, fotos inéditas e manuscritos
  • Imprimir
por Redação
11 de Ago. de 2017 às 11:51

Um dos maiores nomes da música nacional, Sabotage – morto em 2003 – teve apenas um disco cheio em vida, Rap É Compromisso (2001), mas, no ano passado, um álbum póstumo, autointitulado, foi lançado. Nesta sexta, 11, a Somatória do Barulho anuncia a edição física, em vinil de luxo, de Sabotage.

O disco póstumo do rapper paulistano foi lançado digitalmente em 2016, em ação com o Spotify, e chega em edição física como vinil duplo. Além das canções regulares do álbum, o lançamento traz como bônus a versão da faixa “Respeito É Lei” com a Orquestra Sinfônica de Heliópolis, incluída na trilha do filme Tudo Que Aprendemos Junto, protagonizado por Lázaro Ramos.

[Resenha] Sabotage é uma chacoalhada na imaginação com a assinatura do Maestro do Canão

Com direção de arte de Ricardo Fernandes e fotos de Marcos Villas Boas, Sabotage reúne ainda registros fotográficos inéditos do músico durante as gravações do filme Carandirú, de Héctor Babenco. A versão traz ainda manuscritos originais fornecidos pelos familiares de Sabotage.

A edição em vinil de Sabotage custa R$ 145 e já está em pré-venda no site da Somatória do Barulho, a partir desta sexta, 11, sendo que os primeiros envios serão feitos a partir do próximo dia 23.

Lançado em 2016, Sabotage foi eleito pela Rolling Stone Brasil um dos melhores discos nacionais do ano. Produzido a partir de gravações deixadas pelo rapper, o álbum foi dirigido por Daniel Ganjaman, Instituto e DJ Cia, com ajuda de nomes como Zegon e DJ Nuts e participações de BNegão, Negra Li, Sandrão, Dexter e Rappin’ Hood, entre outros.

Entenda como o disco póstumo de Sabotage foi feito

Recomendadas