Em carta de 1976, John Lennon diz que Yoko Ono não causou o fim do primeiro casamento dele

Endereçada a primeira esposa, Cynthia Lennon, o texto diz que “nosso casamento estava acabado bem antes do advento do LSD ou Yoko Ono”

Redação Publicado em 09/08/2017, às 13h18 - Atualizado às 14h02

Yoko Ono e John Lennon em 1969

Ver Galeria
(3 imagens)

Uma carta escrita por John Lennon em 1976 para a primeira esposa dele, Cynthia Lennon, fala sobre como Yoko Ono e LSD não foram a causa do fim do casamento dos dois. O casal rompeu o relacionamento em 1968, e os rumores até então eram de que Lennon teria se divorciado com Cynthia após conhecer e se apaixonar por Yoko.

A carta, recentemente disponibilizada e destinada a Cynthia, é uma de duas escritas por John Lennon sobre o fim do primeiro casamento, que a RR Auction venderá em um leilão nesta quarta, 9. A outra é uma carta aberta a editores de revistas. O Beatle escreveu as cartas no dia 15 de novembro de 1976.

Veja 10 momentos marcantes de John Lennon e Yoko Ono

“Como você e eu sabemos bem, nosso casamento estava acabado bem antes do advento do LSD ou Yoko Ono… e essa é a realidade!”, ele escreve no início do relato, fazendo referência à música “God”. Lennon também relembra as declarações de Cynthia sobre quantas vezes eles usaram LSD: “Você parece ter esquecido todas as vezes subsequentes!”.

Lennon também falou sobre a vez em que ela pediu para que eles se casassem novamente e tivessem outro filho – “Eu educadamente disse que não” – enquanto ele estava temporariamente separado de Yoko. Ele ainda disse que não culpava Cynthia por tentar se distanciar do passado dela com os Beatles, mas sugeriu que ela “deveria evitar falar e posar para revistas e jornais”.

“Nós tivemos uns bons anos, então pense neles para variar, e como [Bob] Dylan diz, ‘It was a ‘Simple Twist of Fate’”, ele encerra a carta, fazendo uma brincadeira com o título do primeiro livro de Cynthia sobre ele, A Twist of Lennon.

A segunda carta é escrita a mão e endereçada a uma revista. Lê-se: “Caro senhor ou madame, eu gostaria que esta carta fosse publicada na sua revista sem qualquer edição. Acredito que seja justo comigo e com seus leitores que seja apresentado o meu lado da história. Obrigado, John Lennon ‘76’”, com um desenho ao lado.

De acordo com Bobby Livingston, vice-presidente executivo da RR Auction, a carta era em resposta ao tabloide britânico News of the World, que publicou com antecedência trechos do livro de Cynthia Lennon.