Emma Watson quer lançar linha ecológica para adolescentes

Atriz de Harry Potter alerta: vai virar estilista em nome da boa causa, e "não para dizer, 'olhem pra mim! Tenho minha própria coleção!'"
  • Imprimir
Emma Watson
AP
por Da redação
10 de Ago. de 2009 às 14:59

Emma Watson, alçada à fama pelo papel de Hermione, a bruxinha da franquia Harry Potter, negocia para lançar sua própria marca de roupas. O contrato deverá ser fechado com a varejista People Tree, expert em moda ecológica e baseada em Londres, informou o jornal britânico The Daily Mail.

A linha, que incluirá roupas e acessórios, será voltada a adolescentes e confeccionada em fibra natural. Especialista em peças compostas de material orgânico, a marca trabalha com 15 países em desenvolvimento, sempre em parceria com a Fair Trade (em inglês, "comércio justo"), organização que visa ao desenvolvimento sustentável.

As coleções da People Tree podem ser encontradas tanto na Topshop, loja de departamentos londrina, como na internet.

A britânica de 19 anos expôs a vontade de desenhar roupas que tenham "um sentimento rock casual". Watson planeja uma sessão de fotos, ainda para este mês, com o modelo jamaicano Tafari Hinds.

Vida pós-Potter
Com o fim da saga Harry Potter, Emma pretende estudar literatura na Brown University, nos Estados Unidos. A atriz se dedicou ao papel de Hermione dos 11 aos 18 anos. Além do Enigma do Príncipe, em cartaz desde o mês passado, as salas receberão dois filmes baseados no sétimo e último livro da franquia, Harry Potter e as Relíquias da Morte. Depois disso, adeus, Harry Potter.

Emma já disse que planeja dar um tempo no cinema. Sobre o novo interesse? "Tenho me focado bastante em arte, e a moda é uma grande extensão disso", ela explica.

Nos últimos anos, Watson vem ganhando cacife para incorporar o título de "ícone da moda". Se no começo da carreira, ainda como estrela mirim, ela não era exatamente conhecida pelo senso estético, hoje a jovem é o rosto da nova campanha da grife britânica Burberry, além de ter estampado a capa da Elle de julho.

Em entrevista ao site especializado Women Wear Daily (WWD), no mês passado, a atriz esnobou o status. "Não estou realmente interessada em fazer isso pelo meu ego. Não sou uma designer."

O que a faria mudar de ideia? "Se alguém me perguntasse para fazer isso por uma causa beneficente, então eu consideraria, mas não para dizer, 'olhem pra mim! Tenho minha própria coleção!'", justificou-se. "Isso ficou tão ridículo."

A gama de artistas que se propõe a virar estilista, ainda que de passagem, é alta. Para ficar em exemplos recentes: Liam Gallagher, Mark Ronson
e Ron Wood.

Recomendadas