Emmy 2017: The Handmaid's Tale e SNL levam todas em evento politicamente carregado

Atlanta e Master of None fizeram história em premiação diversificada e "cheia de comentários"

Jon Blistein Publicado em 18/09/2017, às 11h08 - Atualizado em 19/09/2017, às 12h23

Warren Littlefield, Elizabeth Moss e Bruce Miller, vencedores de prêmios no Emmy de 2017 pelo trabalho na série <i>The Handmaid's Tale</i>
Danny Moloshok/Invision for the Television Academy/AP Images

The Handmaid's Tale, Saturday Night Live e Veep levaram todas no Emmy deste ano, o que foi condizente com uma cerimônia de três horas de duração que fervilhou com indignação política e proclamou a televisão como uma espécie de paraíso para diversidade, igualdade e oportunidade – e, talvez, também uma fuga.

O apresentador Stephen Colbert abriu a premiação com um monólogo cheio de críticas a Donald Trump, focando especialmente na obsessão do presidente norte-americano com o Emmy e no fato de que seu reality show de várias temporadas, The Apprentice, nunca levou um troféu. Ao final do discurso, apresentou o ex-secretário de Imprensa de Trump, Sean Spicer, que subiu ao palco em um pódio sobre rodas da mesma maneira como Melissa McCarthy fazia quando o imitava em SNL. “Esta será a maior audiência de um Emmy, ponto final – aqui e no mundo inteiro”, brincou.

Saturday Night Live levou para casa nove prêmios Emmy – o maior total da noite. Nas duas maiores categorias da premiação, The Handmaid’s Tale ganhou como Melhor Série Dramática, enquanto Veep levou seu quarto Emmy como Melhor Série de Comédia. Esta edição também teve vários astros ganhando pela primeira vez, com Donald Glover levando o troféu de Melhor Ator em Série de Comédia e o de Melhor Direção por seu trabalho em Atlanta e Elisabeth Moss – depois de anos sem ganhar por Mad Men – vencendo como Melhor Atriz em Série Dramática por The Handmaid’s Tale.

Os vencedores veteranos deste ano incluíram Sterling K. Brown, que depois de ganhar em 2016 com The People v O.J. Simpson levou o prêmio de Melhor Ator em Série Dramática por This Is Us, e Kate McKinnon, premiada pela segunda vez consecutiva como Melhor Atriz Coadjuvante em uma Série de Comédia por SNL. Julia Louis-Dreyfus também fez história com sua sexta vitória consecutiva como Melhor Atriz em Série de Comédia por Veep (na cerimônia, Colbert havia brincado que o Emmy era “um dia em que todos os homens lindos e mulheres lindas se reúnem para dar estátuas douradas a Julia Louis-Dreyfus”).

Big Little Lies se estabeleceu como a outra grande vencedora da noite na cada vez mais competitiva categoria de Série Limitada. O programa da HBO levou o troféu de Melhor Série, enquanto Alexander Skarsgård, Laura Dern e Nicole Kidman foram premiados por suas respectivas atuações, e Jean-Marc Vallée ganhou por Melhor Direção.

Na categoria Programa de Variedades, Saturday Night Live e Last Week Tonight dividiram os espólios. O programa de John Oliver na HBO ganhou como Melhor Roteiro e Melhor Talk Show de Variedades, enquanto SNL levou por Melhor Direção e Melhor Série de Esquetes e Variedades. Ao aceitar este prêmio, Lorne Michaels, criador de SNL, lembrou a primeira vez em que o quarentão programa recebeu este prêmio após sua primeira temporada. “Lembro que pensei, ali, sozinho, que era aquilo”, comentou. “Aquele era o ponto alto. Nunca haveria outra temporada tão louca, imprevisível, assustadora, cansativa ou empolgante. Eu estava errado.”

Além da vitória de McKinnon como Melhor Atriz Coadjuvante em uma Série de Comédia, Alec Baldwin também levou para casa o Emmy por Melhor Ator Coadjuvante por seu trabalho em SNL como Trump. Durante o discurso de agradecimento, Baldwin brincou: “Acho que deveria dizer que finalmente, senhor presidente, aqui está seu Emmy.”

A noite teve vários momentos memoráveis, a maioria deles com um grande viés político. Colbert abriu seu monólogo com um número de música e dança sobre o escapismo da TV moderna que contou com a participação de Chance the Rapper. “Amo a TV, é uma distração agradável”, o MC cuspiu, “mas imagine tomar uma atitude / gosto de Brooklyn Nine-Nine, sou viciado/mas onde está o programa policial em que alguém é condenado?”

Mais tarde na cerimônia, Dolly Parton, Jane Fonda e Lilly Tomlin se juntaram para uma reunião de Como Eliminar Seu Chefe que foi aplaudida de pé. Ao falarem, Fonda e Tomlin compararam impiedosamente o chefe que têm no filme, Franklin Hart, Jr., com Trump, mas Dolly evitou falar de política e, em vez disso, fez piada sobre vibradores e seios.

A noite também teve vários discursos notáveis e emocionantes de vencedoras como Ann Dowd (que ganhou como Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática por The Handmaid's Tale) e Laura Dern, que observou, contundentemente, sobre Big Little Lies, que é focada em personagens femininas: “Sou atriz desde os 11 anos e acho que trabalhei com umas 12 mulheres, então queria agradecer à Academia de TV por homenagear nosso programa.”

Além disso, Donald Glover disparou durante seu discurso como Melhor Ator: “Quero agradecer Trump por colocar os negros no topo da lista de oprimidos. Provavelmente é por isso que estou aqui em cima”. E Riz Ahmed, depois de ganhar como Melhor Ator em uma Série ou Filme para TV por The Night Of, disse: “Sempre é estranho receber prêmios por uma história baseada em sofrimento real, mas se este programa jogou uma luz sobre parte do preconceito em nossas sociedades, parte da injustiça de nosso sistema judicial, então talvez tenha valido.”

No entanto, o discurso mais empolgante da noite veio de Lena Waithe, de Master of None, que se tornou a primeira negra a ganhar o Emmy por Melhor Roteiro em Série de Comédia por um episódio que ela escreveu junto com Aziz Ansari (“Thanksgiving”). Durante o discurso, agradeceu sua “família LGBTQIA” e proclamou: “As coisas que nos tornam diferentes – esses são nossos superpoderes. Todo dia, você sai de casa e coloca sua capa imaginária e vai conquistar o mundo, porque o mundo não seria tão lindo se não estivéssemos nele.”

Veja abaixo a lista completa de indicados e, em negrito, os vencedores:

Melhor Série Dramática

House of Cards

Better Call Saul

The Crown

The Handmaid's Tale

This Is Us

Westworld

Stranger Things

Melhor Atriz em Série Dramática

Claire Foy (The Crown)

Elisabeth Moss (The Handmaid's Tale)

Robin Wright (House of Cards)

Evan Rachel Wood (Westworld)

Viola Davis (How to Get Away with Murder)

Keri Russell (The Americans)

Melhor Ator em Série Dramática

Sterling K. Brown (This Is Us)

Anthony Hopkins (Westworld)

Bob Odenkirk (Better Call Saul)

Matthew Rhys (The Americans)

Liev Schreiber (Ray Donovan)

Milo Ventimiglia (This Is Us)

Kevin Spacey (House of Cards)

Melhor Série Limitada

Big Little Lies

Feud

The Night Of

Fargo

Genius

Melhor Filme para a TV

The Wizard of Lies

The Immortal Life of Henrietta Lacks

The Lying Detective

Black Mirror: San Junipero

Dolly Parton's Christmas of Many Colors: Circle of Love

Melhor Atriz em Série Limitada ou Filme para a TV

Nicole Kidman (Big Little Lies)

Jessica Lange (Feud)

Susan Sarandon (Feud)

Reese Witherspoon (Big Little Lies)

Carrie Coon (Fargo)

Felicity Huffman (American Crime)

Melhor Ator em Série Limitada ou Filme para a TV

Riz Ahmed (The Night Of)

Benedict Cumberbatch (Sherlock: The Lying Detective)

Robert De Niro (The Wizard of Lies)

Ewan McGregor (Fargo)

Geoffrey Rush (Genius)

John Turturro (The Night Of)

Melhor Série de Comédia

Veep

Atlanta

Black-ish

Master of None

Modern Family

Silicon Valley

Unbreakable Kimmy Schmidt

Melhor Ator em Série de Comédia

Anthony Anderson (Black-ish)

Aziz Ansari (Master of None)

Zach Galifianakis (Baskets)

Donald Glover (Atlanta)

William H. Macy (Shameless)

Jeffrey Tambor (Transparent)

Melhor Atriz em Série de Comédia

Ellie Kemper (Unbreakable Kimmy Schmidt)

Allison Janney (Mom)

Julia Louis-Dreyfus (Veep)

Tracee Ellis Ross (Black-ish)

Lily Tomlin (Grace and Frankie)

Jane Fonda (Grace and Frankie)

Pamela Adlon (Better Things)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Dramática

Jonathan Banks (Better Call Saul)

Ron Cephas Jones (This Is Us)

David Harbour (Stranger Things)

Michael Kelly (House of Cards)

John Lithgow (The Crown)

Mandy Patinkin (Homeland)

Jeffrey Wright (Westworld)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série de Comédia

Vanessa Bayer (Saturday Night Live)

Anna Chlumsky (Veep)

Kathryn Hahn (Transparent)

Leslie Jones (Saturday Night Live)

Judith Light (Transparent)

Kate McKinnon (Saturday Night Live)

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Limitada ou Filme para a TV

Judy Davis (Feud: Bette and Joan)

Laura Dern (Big Little Lies)

Jackie Hoffman (Feud: Bette and Joan)

Regina King (American Crime)

Michelle Pfeiffer (The Wizard of Lies)

Shailene Woodley (Big Little Lies)

Melhor Direção em Série de Comédia

Donald Glover (Atlanta)

Jamie Babbit (Silicon Valley)

Mike Judge (Silicon Valley)

Morgan Sackett (Veep)

David Mandel (Veep)

Dale Stern (Veep)

Melhor Série de Variedades em Esquetes

Billy On The Street (truTV)

Documentary Now! (IFC)

Drunk History (Comedy Central)

Portlandia (IFC)

Saturday Night Live (NBC)

Tracey Ullman’s Show (HBO)

Melhor Roteiro em Série Dramática

Joe Weisberg e Joel Fields (The Americans)

Gordon Smith (Better Call Saul)

Peter Morgan (The Crown)

Bruce Miller (The Handmaid’s Tale)

The Duffer Brothers (Stranger Things)

Lisa Joy e Jonathan Nolan (Westworld)

Melhor Ator Coadjuvante em Série de Comédia

Louie Anderson (Baskets)

Alec Baldwin (Saturday Night Live)

Tituss Burgess (Unbreakable Kimmy Schmidt)

Ty Burrell (Modern Family)

Tony Hale (Veep)

Matt Walsh (Veep)

Melhor Direção em Série Limitada, Filme ou Especial de Drama

Jean-Marc Vallee (Big Little Lies)

Noah Hawley (Fargo)

Ryan Murphy (Feud: Bette & Joan)

Ron Howard (Genius)

James Marsh (The Night Of)

Steve Zaillian (The Night Of)

Melhor Ator Coadjuvante em Série Limitada ou Filme para a TV

Bill Camp (The Night Of)

Alfred Molina (Feud: Bette and Joan)

Alexander Skarsgard (Big Little Lies)

David Thewlis (Fargo)

Stanley Tucci (Feud: Bette and Joan)

Michael K. Williams (The Night Of)

Melhor Roteiro de Série de Variedades

Late Night With Seth Meyers

The Late Show With Stephen Colbert

Saturday Night Live

Last Week Tonight With John Oliver

Full Frontal With Samantha Bee

Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática

Uzo Aduba (Orange Is the New Black)

Millie Bobby Brown (Stranger Things)

Ann Dowd (The Handmaid’s Tale)

Chrissy Metz (This Is Us)

Thandie Newton (Westworld)

Samira Wiley (The Handmaid’s Tale")

Melhor Roteiro de Série de Comédia

Donald Glover (Atlanta)

Stephen Glover (Atlanta)

Aziz Ansari e Lena Waithe (Master of None)

Alec Berg (Silicon Valley)

Billy Kimball (Veep)

David Mandel (Veep)

Melhor Reality Show de Competição

The Amazing Race (CBS)

American Ninja Warrior (NBC)

Project Runway (Lifetime)

RuPaul’s Drag Race (vh1)

Top Chef (Bravo)

The Voice (NBC)

Melhor Direção em Série Dramática

Vince Gilligan (Better Call Saul)

Stephen Daldry (The Crown)

Reed Morano (The Handmaid’s Tale)

Kate Dennis (The Handmaid’s Tale)

Lesli Linka Glatter (Homeland)

The Duffer Brothers (Stranger Things)

Jonathan Nolan (Westworld)

Melhor Roteiro em Série Limitada, Filme ou Drama

David E. Kelley (Big Little Lies)

Charlie Brooker (Black Mirror: San Junipero)

Noah Hawley (Fargo)

Ryan Murphy (Feud: Bette and Joan)

Jaffe Cohen, Michael Zam e Ryan Murphy (Feud: Bette and Joan)

Richard Price e Steven Zaillian (The Night Of)

Melhor Direção de Série de Variedades

Derek Waters & Jeremy Konner (Drunk History)

Andy Fisher (Jimmy Kimmel Live)

Paul Pennolino (Last Week Tonight with John Oliver)

Jim Hoskinson (The Late Show with Stephen Colbert)

Don Roy King (Saturday Night Live)

Melhor Programa de Variedades

Last Week Tonight (HBO)

Full Frontal with Samantha Bee (TBS)

Jimmy Kimmel Live! (ABC)

The Late Show with Stephen Colbert (CBS)

The Late Late Show with James Corden (CBS)

Real Time with Bill Maher (HBO)