Ex-namorado de George Michael comenta causa da morte do músico

Segundo relatório médico, o cantor morreu de causas naturais, devido a problemas cardíacos e hepáticos
  • Imprimir
por Redação
8 de Março de 2017 às 11:21

Fadi Fawaz, ex-namorado de George Michael, falou à imprensa pela primeira vez desde a morte do músico, que aconteceu em 25 de dezembro do ano passado.

LEIA TAMBÉM
Relembre a vida de George Michael em fotos
George Michael: a carreira do cantor em momentos inesquecíveis
Quebrando tabus, George Michael ajudou a definir o som da década de 1980

O motivo do pronunciamento foi a recente divulgação do laudo médico que revelou a causa da morte do ex-integrante do Wham!. Segundo Darren Salter, médico legista sênior do condado de Oxfordshire, na Inglaterra, Michael morreu de causas naturais, devido a problemas cardíacos e hepáticos.

“Foi muito doloroso sentir que as pessoas duvidavam de mim”, disse Fawaz ao jornal britânico The Mirror. Na época, o ex-namorado do músico foi acusado nas redes sociais por estar envolvido na morte do cantor. “Mas agora está tudo bem. Eu estou muito feliz que a verdade veio à tona.”

“Eu me sinto justificado”, ele continuou. “George pode descansar em paz agora. Estou feliz que ele poderá descansar, e, dessa forma, todos nós também. Tenho certeza de que ele está feliz. Agora nós podemos seguir em frente.”

Quando questionado sobre os rumores de que o músico teria sofrido uma overdose, Fawaz respondeu: “Esses últimos meses foram muito difíceis. Eu não conseguiria descrever o quão doloroso foi tudo isso [as acusações]. Agora eu posso ficar em luto, sem ser olhado de uma maneira esquisita na rua. O mais doloroso disso tudo era sair de casa e receber olhares estranhos, ir ao supermercado e a moça do caixa não encostar na sua mão quando te entregava o troco.”

A causa da morte
Michael sofria de cardiomiopatia dilatada com miocardite e fígado gorduroso, segundo um comunicado de Salter. Ambas as cardiomiopatia e miocardite afetam o coração. A primeira faz com que o músculo do coração se estique e afine, tornando difícil bombear sangue pelo corpo.

Já a miocardite, é uma inflamação do músculo do coração, enquanto a doença do fígado gorduroso é o resultado do acúmulo de gordura no fígado causado pelo consumo de açúcar, gordura, e álcool.

“A investigação está sendo descontinuada e não há necessidade de um inquérito ou quaisquer outras indagações”, Salter acrescentou. “Não haverá mais atualizações e a família pede que a mídia e o público respeitem a privacidade deles.”

A longa investigação na causa da morte de Michael começou após uma autópsia inicial dar resultado inconclusivo em dezembro. O cantor morreu no Natal e, na época, a polícia tratou a morte dele como “sem explicação, mas não suspeita”.

Em fevereiro, um áudio de uma ligação para o serviço de emergência feita por Fawaz, do dia em que o cantor morreu, vazou na internet. A família do cantor respondeu ao ocorrido em um comunicado, dizendo estar “realmente horrorizada”, enquanto os advogados pediram que “o(s) culpado(s) fossem responsabilizados de maneira apropriada”.

Recomendadas