Exclusivo: Pitty e Elza Soares celebram as marcas da vida no clipe de “Na Pele”

Vídeo dirigido por Daniel Ferro traz as duas cantoras lado a lado e imagens de arquivo mostrando a trajetória de Elza; Garrincha e a mãe da cantora aparecem
  • Imprimir
Pitty e Elza
Daniel Ferro/Divulgação
por Redação
7 de Ago. de 2017 às 15:00

Pitty e Elza Soares lançam nesta segunda, 7, o clipe da canção “Na Pele”, que gravaram juntas em parceria inédita. No vídeo dirigido por Daniel Ferro, as duas cantoras celebram as marcas da vida em meio a imagens de arquivo de Elza, em cenas que mostram Garrincha, com quem a cantora foi casada e teve um filho, e da mãe dela, Rosária Maria da Conceição. Assista abaixo ao videoclipe da canção, que inclui os versos “se essas são marcas externas, imagine as de dentro”:

O clipe foi gravado no Polo de Cine e Vídeo, no Rio de Janeiro, enquanto a faixa foi registrada nos estúdios El Rocha, em São Paulo, e Tambor, no Rio, com apoio de Duda (bateria), Guilherme Kastrup (percussão), Marcelo Cabral (baixo e synth), Martin (guitarra) e Rodrigo Campos (guitarra).

“Nunca havia feito um trabalho em que eu sentisse os pelos do meu braço arrepiarem da forma que foi ao ver a Elza cantando olhando para a minha lente. Uma experiência surreal”, conta Daniel Ferro em comunicado à imprensa. “A música é um soco no estômago. A responsabilidade que eu senti ao montar esse clipe, que ao mesmo tempo revisita um passado e celebra o presente de Elza, mexeu comigo de uma forma intensa. Fiquei com a adrenalina alta, sem dormir, um nó na garganta que ficou lá mesmo depois de terminar e receber os parabéns de Pitty e Elza. É, sem dúvidas, o meu clipe mais poderoso.”

A letra da canção surgiu durante a produção do álbum SeteVidas, lançado por Pitty em 2014. “Na Pele” não foi composta para Elza, mas, para Pitty, é como se fosse. “Mandei uma demo da música para ela, dizendo que fizesse o que tivesse vontade – gravasse no disco dela, cantasse no show, o que ela quisesse, que a música era dela. E ela sugeriu de gravarmos juntas, o que me deixou imensamente honrada, porque eu sempre tive vontade de fazer alguma coisa com Elza, uma mulher que admiro totalmente pela carreira, postura, vida e energia”, relata Pitty. “Cada palavra dessa letra na boca dela adquire um significado maior e mais profundo; eu escrevi essa música exatamente para Elza, eu só não sabia disso no momento em que a compus.”

Entrevista RS: Pitty

Segundo Elza, “a música com Pitty é profunda, a letra é muito forte”.

“Quando recebi 'Na Pele', foi na pele mesmo que senti. Me arrepiei. Identificação total, cara. Pitty é doce e rocha ao mesmo tempo. É como se de algum modo eu me enxergasse no olhar dela, uma Elza lá de trás. Estranho é que quando ela me olha, sinto como se enxergasse uma Pitty lá da frente. A música selou essa conexão maluca.”

Elza em livro
A história de Elza Soares será contada em uma biografia feita em parceria com o jornalista Zeca Camargo, a ser lançada pela editora Leya/Casa da Palavra. “Quero fazer uma biografia definitiva. Ainda tenho muita coisa a falar”, avisa Elza, cuja trajetória até a década de 1990 já foi contada no livro Cantando para Não Enlouquecer, escrito por José Louzeiro e editado em 1997.

Leia a íntegra da entrevista com a cantora publicada na edição 130, maio/2017, da Rolling Stone Brasil.

Veja abaixo a ficha técnica do clipe de “Na Pele”:

Direção e edição: Daniel Ferro
Produção: Nathy Kiedis
Direção de Fotografia: Riccardo Melchiades
Finalização e cor: Daniel Ferro e Riccardo Melchiades
Assistente de direção: Pv Cappelli
Diretora de arte: Beatriz Moysés
Video Mapping: Ana Carolina Beraldo
Motion Graphics: Pedro Magalhães

Recomendadas