Fundação Amy Winehouse cria casa de reabilitação gratuita para mulheres

Projeto Amy’s Place auxiliará na recuperação e reinserção social de dependentes
  • Imprimir
Amy Documentário
Reprodução/Amy
por Redação
1 de Ago. de 2016 às 17:41

No dia 23 de julho de 2011, Amy Winehouse morreu prematuramente em decorrência de envenenamento acidental por álcool. Passados cinco anos da morte da britânica, a fundação que leva o nome dela inaugura nesta segunda, 1 de agosto, uma casa de reabilitação voltada para a recuperação e reinserção social de mulheres com algum tipo de dependência química.

LEIA TAMBÉM
Pai de Amy critica documentário de Asif Kapadia sobre a vida da filha
[Crítica] Documentário Amy expõe mazelas da britânica
[Lista] As notícias pouco ou nada verdadeiras sobre Amy Winehouse

O Amy’s Place é um alojamento localizado em East London e conta com doze quartos – quatro dos quais são ocupados por duas camas – podendo abrigar até dezesseis pessoas.

Em entrevista ao The Guardian, Dominic Ruffy, diretor do projeto, declara que a ideia de criar o Amy’s Place veio da insuficiência de programas no Reino Unido especializados em tratar a dependência química feminina, apesar de uma recente pesquisa denunciar que mulheres têm maiores chances de sofrerem recaídas caso não recebam o apoio necessário.

“Existe apenas uma casa de reabilitação exclusiva para mulheres em Londres, e ela tem apenas quatro leitos e uma lista de espera de quase seis meses”, afirma Ruffy.

Para elaborar o projeto, a Fundação Amy Winehouse consultou diversas pacientes do centro de recuperação para dependentes Hope House, também localizado na capital inglesa. A partir da pesquisa, o instituto elaborou um programa de três meses para as residentes do Amy’s Place, que inclui atividades como ioga, grupos de prevenção a recaídas, além de oficinas que procuram trabalhar as habilidades profissionais e sociais das pacientes, a fim de reinseri-las socialmente.

De acordo com a madrasta de Amy, que é administradora da fundação, o projeto causará uma “profunda diferença na vida de muitas jovens”. “Isso permitirá que elas tenham um ambiente seguro para reconstruírem as vidas delas e colocarem em práticas as novas habilidades que adquirirem enquanto estiverem sendo tratadas”, declara em entrevista ao The Guardian.

Estabelecida após a morte da cantora, a Fundação Amy Winehouse foi criada pela família da autora de Back to Black (2006) para proteger jovens dos efeitos do uso excessivo de álcool e outras drogas.

Recomendadas