Gene Simmons, vocalista do Kiss, fecha acordo com jornalista que o acusou de assédio

De acordo com a acusadora, o músico a teria segurado pelo pescoço e depois a apalpado

Redação Publicado em 10/07/2018, às 13h39 - Atualizado às 14h24

Gene Simmons
Associated Press

Gene Simmons, vocalista, baixista e cofundador da banda Kiss, assinou um contrato com a jornalista que o acusou de assédio sexual durante uma entrevista em um cassino na Califórnia, em novembro de 2017.

Não foram divulgados detalhes sobre o acordo, mas segundo a Billboard as duas partes concordaram em suspender e encerrar o caso, e terão que formalizar este pedido perante a justiça. Em uma declaração, a defesa da vítima contou que “ela o processou pois queria dar um recado claro de que este comportamento é inaceitável”.

O processo, registrado pela acusadora de forma anônima, foi aberto em dezembro do ano passado. Nele consta que o músico de 68 anos teria repetidamente tentado colocar as mão dela em seu joelho, além de tê-la segurado pelo pescoço, respondido às perguntas com frases de cunho sexual e a apalpado. Simmons negou todas as acusações.