Insatiable, série da Netflix acusada de gordofobia, recebe pior avaliação da história do serviço de streaming

A comédia estreia nesta sexta, 10, apesar de uma campanha com mais de 220 mil assinaturas ter pedido o cancelamento dela

Redação Publicado em 10/08/2018, às 11h35 - Atualizado às 11h41

Debby Ryan em <i>Insatiable</i>
Reprodução

Estreou nesta sexta, 10, a série Insatiable, produzida pela Netflix e acusada de gordofobia. Desde a divulgação do primeiro trailer, o projeto recebeu diversas críticas e até uma petição com mais de 220 mil assinaturas para que não fosse disponibilizada. Após o lançamento, a série conquistou uma avaliação média de 24 (de 100), como mostra o site Metacritic.

A ativista britânica Florence Given foi quem iniciou o abaixo-assinado, acusando o enredo do programa de perpetuar "uma cultura de dietas tóxicas" e objetificação do corpo feminino, além de fazer piada com questões como obesidade.

Insatiable conta a história de Patty (Debby Ryan), uma menina obesa que sofre bullying e vive uma vida sem amigos, até o momento em que, após tomar um soco e quebrar a mandíbula, é obrigada a fazer uma dieta à base de líquido. Depois de três meses nessa recuperação, ela volta para a escola magra, atraindo os olhares dos meninos populares e finalmente fazendo vários amigos.

As críticas focam no fato de a série não só não possuir uma mensagem positiva, mas também transmitir uma negativa, de que só pessoas magras são felizes e aceitos na sociedade.

Os doze episódios da primeira temporada estão disponíveis na Netflix.

Caso tenha perdido, assista abaixo ao trailer.