Jay-Z recria a série Friends com atores negros no clipe de “Moonlight”

A música faz referência à confusão na entrega do Oscar de Melhor Filme, em que La La Land recebeu a estatueta no lugar de Moonlight
  • Imprimir
por Rolling Stone EUA
7 de Ago. de 2017 às 13:40

Jay-Z fez uma paródia de Friends no vídeo para a reflexiva “Moonlight”, que faz parte do recém lançado disco 4:44. O rapper lançou o clipe exclusivamente pelo Tidal, assim como os registros audiovisuais de “The Story of O.J.” e “4:44”. Da mesma forma que ocorreu com as outras faixas, o vídeo deve ser liberado no YouTube em breve.

A estrela de Corra! Lil Rel Howery, Lakeith Stanfield, de Atlanta, e o comediante Jerrod Carmichael interpretam os protagonistas homens, enquanto Issa Rae, criadora de Insecure, Tiffany Haddish, estrela de Girls Trip, e Tessa Thompson vivem as personagens mulheres. Hannibal Buress faz uma aparição como ele mesmo na metade do vídeo.

Considerada uma das faixas mais inesperadas em um disco já recheado de temas controversos, incluindo infidelidade, a desavença entre Jay-Z e Kanye West, e até mesmo o famoso incidente no elevador do Met Gala em 2014, “Moonlight” se destaca por ser um golpe certeiro à própria indústria.

"We stuck in La La Land/ Even when we win, we lose/ We got the same fuckin' flows/ I don't know who is who", o rapper desfere sobre um sample de “Ooo La La La”, de Teena Marie (também notoriamente utilizado em “Fu-Gee-La”, do The Fugees). Em fevereiro, o longa Moonlight: Sob a Luz do Luar, do diretor Barry Jenkins, levou o Oscar de Melhor Filme, mas não sem antes de um erro na entrega marcar o momento.

LEIA TAMBÉM
4:44: Um guia faixa-a-faixa do 13º disco de Jay-Z
Jay-Z chega ao 14º disco “número um” da carreira com 4:44
Assista ao clipe de Jay-Z para a faixa-título de 4:44
Clipe de Jay-Z para “The Story of O.J.”, música do disco 4:44, chega ao YouTube

“É como uma referência sutil a La La Land ter ganhado o Oscar, e depois ter que dá-lo a Moonlight”, Jay-Z disse à iHeartRadio sobre a mensagem da música, logo após o lançamento de 4:44. “É realmente uma reflexão sobre a cultura e aonde estamos indo.”

No final do vídeo, Jay-Z insere o áudio da confusão na entrega do Oscar de Melhor Filme.

Recomendadas