Kanye West deixa a Tidal e alega que empresa deve mais de US$ 3 milhões a ele

Serviço de streaming criado por Jay-Z ameaçou processar o rapper, caso ele assine contrato com outra plataforma
  • Imprimir
por Redação
3 de Julho de 2017 às 11:59

Kanye West, que era um artista exclusivo do catálogo da Tidal, deixou a empresa – fundada por Jay-Z – alegando não ter recebido mais de US$ 3 milhões previstos em contrato. As informações são do portal TMZ.

LEIA TAMBÉM
4:44: Um guia faixa-a-faixa do 13º disco de Jay-Z
Kanye West está trabalhando em novas músicas
JAY-Z solta clipe para “The Story of O.J.”

A decisão de West foi motivada por duas razões. Primeiramente, o rapper alega não ter recebido um bônus por ter trazido 1,5 milhões novas assinaturas à Tidal, quando disponibilizou o disco The Life of Pablo no serviço de streaming ano passado.

Além disso, West afirma não ter sido reembolsado por vídeos que fez para a empresa. Em resposta, a plataforma disse que isso aconteceu porque não recebeu os materiais previstos em contrato.

Em uma carta final a West, a Tidal alegou que, caso migre para outra plataforma de streaming, ele será processado, já que ainda está em vigor o contrato de exclusividade firmado entre o artista e a empresa.

Recomendadas