Lindsay Lohan diz que o movimento #MeToo faz com que as mulheres “pareçam fracas”

Em 2017, quando as acusações contra Harvey Weinstein começaram a surgir, ela publicou um vídeo defendendo o produtor

Redação Publicado em 08/08/2018, às 16h45 - Atualizado às 17h03

A atriz Lindsay Lohan
Chris Pizzello/AP

Em entrevista ao The Times, Lindsay Lohan finalmente se pronunciou sobre o movimento #MeToo, declarando que "eu vou me odiar muito por dizer isso, mas mulheres se posicionando contra todas essas coisas faz com que elas pareçam fracas, apesar de serem fortes".

Mesmo com essa colocação polêmico e um tanto quanto contrária ao propósito do movimento, a atriz disse que não tem muito o que falar, pois "não posso comentar sobre algo que não vivi", além de também apontar o uso da #MeToo apenas para chamar atenção, algo que, segunda ela, muitas meninas estão fazendo.

Essa não foi a primeira vez que Lindsay demonstrou ter uma opinião diferente das mulheres que lutam contra o fim do abuso em Hollywood. No ano passado, assim que as acusações contra Harvey Weinstein começaram, ela publicou um vídeo dizendo que se sentia muito mal em relação a tudo que estava acontecendo com o produtor, e que ele nunca fez nada contra ela.