Mallu Magalhães divulga novo single dançante, “Você Não Presta”; ouça

É primeiro single oficial do quarto álbum solo da artista, Vem, gravado em Portugal
  • Imprimir
por Redação
19 de Maio de 2017 às 12:09

Desde que o álbum Pitanga saiu, em 2011, os fãs de Mallu Magalhães esperam por novas músicas solo da cantora. Nesta sexta, 19, ela lançou o novo single “Você Não Presta”, prévia do quarto disco solo da cantora, Vem, que foi gravado em Portugal.

LEIA TAMBÉM
[Entrevista] Mallu Magalhães prepara disco de “alma brasileira”
[Melhores de 2014] Banda do Mar foi um dos discos da lista
[Arquivo] Lembre como foi o show da Banda do Mar no Lollapalooza 2015

A faixa ganhou vida com um clipe, no qual a própria Mallu e um time de bailarinos dançam a balançada nova música da cantora. O vídeo foi gravado por no Mercado Distribuidor (MARL), em Lisboa, e tem direção do português Bruno Ferreira. "A ideia do clipe nasceu do meu amor pela rua, pela cultura urbana, cosmopolita e forte das pessoas reais", disse ela comunicado.

Assista ao vídeo de “Você Não Presta” abaixo.

Mallu Magalhães passou o 2016 longe dos palcos, com exceção de uma curta turnê de voz e violão, chamada Saudade, que passou por Brasil e Portugal. Em 2014, ela lançou o autointitulado disco de estreia da Banda do Mar – grupo que integrou ao lado do marido, Marcelo Camelo, e do baterista português Fred Ferreira –, ficando na estrada durante boa parte de 2015.

No meio tempo, a artista engravidou da primeira filha, Luisa, que nasceu em dezembro de 2015. “Tenho planos de lançar meu novo disco logo depois do Carnaval de 2017”, disse ela, em entrevista recente à Rolling Stone Brasil. No fim do ano passado, ela até lançou uma música inédita, “Casa Pronta”, que indica o caminho que a cantora deve seguir no próximo trabalho.

O próximo disco de Mallu tem novamente a produção de Camelo (ele teve o mesmo papel em Pitanga) e influência de música brasileira. “É um disco de alma brasileira, de sambas, de baladas”, disse ela. “Recentemente, acabei mergulhando numa leva de composições desse clima tropical, feitas no violão, com os acordes ‘complicados’ do samba e da bossa nova, com os quais, ao longo do tempo, fui ganhando intimidade.”

À RS Brasil, ela também ainda adiantou o teor das novas músicas que acabou de produzir. “O álbum se baseia em canções novas, sem quase nada de resgate. Trata-se de um disco bastante diferente dos outros que fiz. Quero explorar esse caminho da música brasileira mais a fundo.”

Recomendadas