Morre aos 69 anos Len Wein, cocriador de Wolverine

O escritor de HQs também participou da criação de Monstro do Pântano e ocupou o cargo de editor-chefe da Marvel
  • Imprimir
por Rolling Stone EUA
11 de Set. de 2017 às 12:45

Len Wein, lenda de histórias em quadrinho que cocriou personagens como Wolverine, do X-Men, e Monstro do Pântano, morreu no último domingo, 10. Ele tinha 69 anos.

A causa da morte não foi informada, mas Christine Valada, viúva de Wein, postou no Twitter na última quinta, 7, que ele havia passado por uma cirurgia.

Quatro mutantes de X-Men que merecem um filme próprio além de Wolverine

“Len Vein será lembrado pela emoção colocada em suas histórias e personagens, assim como por seu desejo de levar sua escrita a novos horizontes”, escreveu a Marvel em um comunicado publicado nesta segunda, 11.

Hugh Jackman, que interpretou Wolverine em oito filmes, também lamentou a morte de Wein. “Abençoado por ter conhecido Len Wein. Eu o encontrei pela primeira vez em 2008. Disse para ele que de seu coração, de sua mente e de suas mãos nasceu o maior personagem dos quadrinhos”, afirmou no Twitter.


Carreira

Enquanto trabalhava na DC Comics no início dos anos 1970, Wein, que primeiro atuou como escritor, cocriou Monstro do Pântano ao lado de Bernie Wrightson. O personagem deu origem a um filme dirigido por Wes Craven, a uma série televisiva em formato live-action e a um desenho animado.

Em 1975, na Marvel, Wein e o artista Dave Cockrum se juntaram para X-Men #1, que trouxe de volta a saga X-Men com novos personagens, como Tempestade, Noturno, Colossus e Wolverine.

Como editor, Wein participou de Watchmen, de Alan Moore e Dave Gibbons. Ele também ocupou o cargo de editor-chefe da Marvel durante um curto período e, nos últimos anos, escreveu para Batman: A Série Animada.

Recomendadas