Morre aos 81 anos Glen Campbell, ícone da música que ajudou a fundir pop e country

Cantor e apresentador de TV, ele estava com mal de Alzheimer
  • Imprimir
8 de Ago. de 2017 às 17:41

Morreu nesta terça, 8, aos 81 anos, Glen Campbell, ícone da música country que ajudou a fundir o estilo ao pop. Um representante do Universal Music Group, gravadora de Campbell, confirmou a informação para a Rolling Stone. Ele lutava há muitos anos contra o mal de Alzheimer e morreu na cidade norte-americana de Nashville, em uma clínica especializada na doença onde estava morando.

Mais conhecido pelo hit de 1975 "Rhinestone Cowboy", Campbell também fez sucesso com faixas como "Wichita Lineman", "Galveston" e "By the Time I Get to Phoenix". Com seis décadas de carreira, o artista, que era cantor e também apresentou programas de TV, vendeu mais de 45 milhões de discos, sendo que em 1968, um de seus maiores anos, ele chegou a vender mais que os Beatles.

"É com o coração pesado que anunciamos a morte de nosso amado marido, pai e avô, o lendário cantor Glen Travis Campbell, aos 81 anos, após sua longa e corajosa batalha contra o Alzheimer", declarou a família em um comunicado.

"Algumas pessoas já disseram que eu consigo 'ouvir' um hit, no sentido de que sei identificar de cara, na primeira vez que escuto, se uma canção tem potencial", ele disse certa vez.

Glen Campbell nasceu em Billstown, Arkansas, em 1936, em uma família grande. Era o sétimo de 12 irmãos. Se interessou pela música logo na juventude e logo ficou obcecado pelo jazzista Django Reinhardt. Ele largou a escola ao 14 anos e mudou para o Wyoming para morar com um tio que era músico. Logo foi para Los Angeles e lá ingressou em um grupo de músicos de estúdio, o Wrecking Crew, que participou de gravações de faixas como "Mr. Tambourine Man" (The Byrds), "Viva Las Vegas” (Elvis Presley) e "You've Lost That Lovin' Feeling" (The Righteous Brothers).

Em 1964, Bryan Wilson teve uma crise nervosa enquanto estava em turnê com os Beach Boys e Campbell foi chamado para substituí-lo.

O primeiro grande sucesso foi em 1967, com "By the Time I Get to Phoenix", composta por Jimmy Webb, que se tornaria parceiro dele em vários outros hits. Naquele ano, ele foi premiado no Grammy tanto em categorias do country, quanto do pop.

No ano seguinte, ele apresentou como convidado o programa de TV Smothers Brothers Comedy Hour. Foi tão bem que ganhou o próprio programa, o Smothers Brothers Comedy Hour, com o qual ficou no ar entre 1969 e 1972. A TV acabou levando Campbell ao cinema, mas a carreira dele como ator nunca emplacou.

Em 2011, quando foi diagnosticado com Alzheimer, ele se aposentou. Estava, então, com 75 anos, lançou um último disco e embarcou em uma turnê de despedida.

Recomendadas