Motörhead reclama de preço de coletânea

“Eu aconselho mesmo os colecionadores mais obcecados a não comprarem isso”, afirma Lemmy Kilminster
  • Imprimir
Motörhead
Christian Rodrigues/R2
por Redação
22 de Fev. de 2012 às 14:12

O Motörhead está aconselhando seus fãs a não adquirirem a nova coletânea da banda. The Complete Early Years recupera os primeiros discos do trio e conta com os oito primeiros álbuns de estúdio dos britânicos, além de sete singles e um livro. O box está sendo vendido por até U$600 (aproximadamente R$1000) na Amazon.com.

Leia textos das edições anteriores da Rolling Stone Brasil – na íntegra e gratuitamente!

"O Motörhead não tem controle sobre o que é feito com essas canções mais antigas e não queremos que os fãs pensem que a banda está envolvida no lançamento de uma caixa tão cara", disseram os músicos por meio de comunicado divulgado pelo site da revista NME.

O líder da banda, Lemmy Kilminster, foi ainda mais incisivo. “Infelizmente a ganância mais uma vez está mostrando sua cara. Eu aconselho mesmo os colecionadores mais obcecados a não comprarem isso”, comentou o músico no site oficial do trio.

O Motörhead aproveitou a oportunidade para oferecer uma alternativa. Segundo eles, não há nenhum material novo na coletânea, então os fãs podem optar por novos lançamentos: o grupo lançou recentemente uma edição especial de The World Is Yours, último disco de estúdio, contendo um DVD e material inédito.

Recomendadas