Scarlett Johansson desiste de interpretar homem transexual em filme

“Eu tenho uma grande admiração e amor pela comunidade trans e estou feliz com a continuidade da conversa sobre inclusão em Hollywood”, disse a atriz

Redação Publicado em 13/07/2018, às 17h15 - Atualizado às 19h33

Scarlett Johansson
Jordan Strauss/Invision/AP

Não faz nem dez dias desde que Scarlett Johansson divulgou que interpretaria um homem transexual no longa Rub & Thug (o que rendeu a ela uma enxurrada de críticas), e a história já mudou: a atriz decidiu abandonar o papel de Dante "Tex" Gill, no filme dirigido por Rupert Sanders.

Aos comentários negativos sobre sua decisão, a atriz havia respondido com confiança (através de um representante) que “eles podem reclamar também com os empresários do Jeffrey Tambor, Jared Leto e Felicity Huffman”, atores que inclusive foram premiados pelos personagens trans que interpretaram - Felicity foi indicada ao Oscar por Transamerica, Leto ganhou o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante em Clube de Compras Dallas e Tambor ganhou dois prêmios Emmy pela série Transparent.

De acordo com a revista Out Magazine, Scarlett declarou que “por causa das recentes questões éticas sobre minha escalação como Dante 'Tex' Gill, decidi respeitosamente me retirar do projeto”, justificando que “nossa compreensão cultural de indivíduos transgêneros continua a avançar, e aprendi muito da comunidade desde que fiz minha primeira declaração sobre o papel, e percebi que fui insensível”.

“Eu tenho uma grande admiração e amor pela comunidade trans e estou feliz com a continuidade da conversa sobre inclusão em Hollywood”, completou a atriz.

No ano passado Scarlett também gerou polêmica por interpretar a androide Major, protagonista de Ghost in the Shell, que supostamente seria uma mulher asiática. Tanto na adaptação em live action do mangá, quanto na cinebiografia Rub & Tug, quem assina a direção é o britânico Rupert Sanders.