Filme contará o assassinato dos pais de Suzane Von Richthofen

O roteiro de A Menina Que Matou os Pais será escrito pela criminóloga Ilana Casoy e pelo autor Raphael Montes
  • Imprimir
por Redação
18 de Julho de 2018 às 14:14

Suzane Von Richthofen é um nome conhecido por, em 2002, ter idealizado o assassinato dos próprios pais, Manfred e Marísia. A história desse crime chocante será contada através de um filme, que começa a ser rodado ainda este ano. Intitulado A Menina Que Matou os Pais, o longa terá direção de Maurício Eça, conhecido pelas adaptações da novela infantil Carrossel para o cinema em 2015 e 2016, e Apneia, de 2014.

O caso que chocou país afora já foi retratado em forma de documentário, mas desta vez a ideia é fazer um drama psicológico, com o foco nos julgamentos de Suzane, do ex-namorado Daniel Cravinhos, e o irmão, Cristian Cravinhos. O elenco ainda está sendo escolhido.

Para que o projeto fosse tirado do papel, houve uma grande pesquisa sobre o assassinato nos arquivos públicos, desde a execução até a condenação. Para isso, o roteiro foi escrito por Raphael Montes – autor de livros de literatura policial como Dias Perfeitos (2014) – em parceria com Ilana Casoy, que é criminóloga, especialista em serial killers, e autora do livro Casos de Família, no qual o caso Richthofen é detalhadamente tratado.

Manfred e Marísia Von Richthofen foram mortos enquanto dormiam. O crime foi cometido pelos irmãos Cravinhos. Suzane foi condenada a 39 anos de prisão por ter sido considerada a mentora do assassinato, mesmo não exercendo a ação. Daniel Cravinhos está cumprindo a pena no regime semiaberto. Cristian também estava, mas acabou sendo preso por porte ilegal de munição.

Recomendadas