Temple of the Dog solta demo inédita que estará em relançamento; ouça “Black Cat”

Supergrupo com integrantes de Pearl Jam e Soundgarden fará a primeira turnê da carreira este ano
  • Imprimir
por Rolling Stone EUA
17 de Ago. de 2016 às 17:27

O disco único do Temple of the Dog será relançado em 30 de setembro em diversas edições, incluindo um pacote super de luxo, com demos inéditas, faixas ao vivo e até o vídeo de um show. Nesta quarta, 17, o supergrupo revelou “Black Cat”, uma das faixas nunca lançadas anteriormente que estarão relançamento.

A canção é uma demo que foi cortada na produção de Temple of the Dog e só agora ganha vida de maneira oficial. “Black cat, black cat's gone”, canta o líder da banda, Chris Cornell (também de Soundgarden e Audioslave), na faixa. “Gone for good, gone for long/Don't believe I made it home/And I hope he don't come home.”

LEIA TAMBÉM
Temple of the Dog reunido tocou “Hunger Strike” em 2014
Temple of the Dog se reuniu para performances em 2011
[Lista] 60 Maiores Momentos do Rock and Roll

O Temple of the Dog – que também inclui os guitarristas Mike McCready e Stone Gossard, e o baixista, Jeff Ament, do Pearl Jam, além do baterista de PJ e Soundgarden, Matt Cameron – vai se reunir este ano em uma turnê norte-americana de cinco datas, a primeira deles em todos os tempos, para comemorar o 25º aniversário do álbum autointitulado.

“Queríamos fazer uma coisa que nunca conseguimos: tocar shows e ver qual a sensação de estar na banda que abandonamos 25 anos atrás”, disse Cornell em comunicado. “Isto é algo que ninguém nunca viu. Queríamos parar, reconhecer que fizemos isso e fazer uma homenagem.”

O relançamento de Temple of the Dog vai chegar às lojas no dia 30 de setembro. A reedição traz o álbum remixado pelo colaborador de Pearl Jam e Soundgarden, Brendan O’Brien, estando disponível em quatro versões: pacote super de luxo com quatro CDs, vinil duplo, edição com dois CDs e com apenas um CD.

“Black Cat”, assim como outras cinco sobras de estúdio e oito gravações demo, estará na edição super de luxo, que também contará com um DVD recheado de imagens de shows, videoclipes e mais.

Conheça “Black Cat” abaixo.

Cornell formou o Temple of the Dog depois da morte por overdose do amigo próximo e colega de quarto, Andrew Wood, líder do Mother Love Bone. Depois do luto da morte, ele recrutou os integrantes do Mother Love Bone – Gossard e Ament –, que recrutaram McCready. Finalmente, eles fecharam a formação trazendo Cameron, do Soundgarden.

Mesmo nunca tendo saído em turnê, o Temple of the Dog fez diversos shows ao longo dos anos – primeiro em Seattle, em novembro e dezembro de 1990. Cornell também se juntou ao Pearl Jam no show beneficente de Neil Young, Bridge School, em 2014. O Temple chegou a se reunir brevemente para tocar duas músicas – “Reach Down” e “Call me a Dog” – no Benaroya Hall, em Seattle, em 2015.

Recomendadas