Tom Petty sempre genial: folk, garagem e mais elementos da obra consistente e original que o músico deixou

Redação Publicado em 03/10/2017, às 09h14 - Atualizado às 12h51

Tom Petty abre
Amy Harris/Invision/AP

“American Girl”



Esta canção do álbum Tom Petty and The Heartbreakers (1976) fez mais sucesso na Inglaterra do que nos Estados Unidos. Mas a faixa já revelava o talento de Petty, juntando os recursos melódicos do The Byrds a uma batida mais moderna.


“Anything That’s Rock n Roll”



Neste vídeo, Petty and The Heartbreakers tocam esse rock clássico no programa da TV inglesa Top of The Pops. A canção também está no disco de estreia Tom Petty and The Heartbreakers (1976).


"Don't Do Me Like That"



Single de Damn the Torpedoes (1979), álbum que finalmente fez com que a música de Petty se tornasse conhecida, o pop rock "Don't Do Me Like That" alcançou o Top 40.


"Refugee"



Este foi o segundo single de Damn the Torpedoes. Em "Refugee", a influência lírica e vocal de Bob Dylan se torna bastante evidente.


“Listen to Her”



Esta boa faixa de folk rock segue a linha do The Byrds e foi incluída no álbum You're Gonna Get It!, o segundo de Tom Petty com a banda The Heartbreakers.


“The Waiting”



Lançada com single de sucesso e destaque do disco Hard Promises (1981), “The Waiting” tem como lição que a espera é a parte mais dura da vida. A música foi regravada por Natalie Imblugia e Linda Ronstadt, posteriormente.


“Don't Come Around Here No More”



Tom Petty vira o Chapeleiro Louco neste vídeo inspirado na história Alice no País das Maravilhas. A faixa com vibração estranha e psicodélica saiu no álbum Southern Accents (1985).


"Free Fallin'"



A memorável faixa que abre Full Moon Fever (1989) é uma parceria de Petty com Jeff Lyne, colega dele no supergrupo The Traveling Wilburys. Com jeito nostálgico, a música também é uma ode a Los Angeles, fazendo citações a Mullholand Drive, Ventura Boulevard e outros pontos da cidade.


“Mary Jane's Last Dance”



Folk rock lançado em 1993, na coletânea Greatest Hits, “Mary Jane's Last Dance” também chamou atenção pelo clipe mórbido, que trazia Petty em um necrotério e aparentemente apaixonado por uma garota morta (interpretada por Kim Bassinger).


Tom Petty em Os Simpsons



Uma curiosidade: Tom Petty apareceu na série animada para mostrar como se escreve uma letra de rock.