“Tudo ainda parece um grande sonho”, diz corredora que participou pela 2ª vez do Rolling Stone Music & Run após transplante de coração

Patrícia Fonseca, que realizou a cirurgia cardíaca há dois anos, competiu no percurso de 5k e subiu no palco para cantar com os ídolos, os Titãs
  • Imprimir
por Anna Mota
26 de Nov. de 2017 às 02:51

“Quando eu estava na UTI, os Titãs me deram muita força.” Com muito brilho nos olhos, a corredora Patrícia Fonseca relembra a importância da banda durante os 30 anos que lutou contra uma doença cardíaca congênita. “A música mais especial para mim é ‘Flores’. E não só pela letra, mas por como ela me faz sentir.” Quando conversou com a reportagem, ela não sabia ainda que subiria ao palco para cantar a faixa com a banda na Rolling Stone Music & Run.

Há dois anos, Patrícia passou por um transplante de coração. “Eu sempre vivi com pouquinho, mas nunca reclamei. O que dava para fazer dava, e tudo bem. Mas agora eu posso ser o que quiser, quando quiser. É incrível”, afirma. No último sábado, 25, ela participou pela segunda vez da prova de 5km da Rolling Stone Music & Run, que aconteceu no Sambódromo do Anhembi e contou com o show do Titãs. Foi a primeira apresentação da banda que Patrícia conseguiu acompanhar, e com certeza ela foi inesquecível: a corredora foi convidada ao palco para acompanhar os músicos, fazer uma participação especial em “Flores” e contar um pouco da história dela. Patrícia aproveitou a oportunidade para reforçar a importância de ser doador de órgãos.

“A Rolling Stone Music & Run foi a primeira prova que fiz. Estar aqui novamente é muito simbólico para mim, quase que uma afirmação da transformação que vivi. Tudo ainda parece um grande sonho”, conta, encantada com a oportunidade que teve de conhecer os músicos Sérgio Britto, Branco Mello e Tony Bellotto, integrantes da formação original dos Titãs — grupo que hoje conta também com Beto Lee na guitarra e Mario Fabre na bateria.

Além de ter conhecido a banda, Patrícia também realizou o sonho de correr divulgando a causa por qual tanto luta. Após o transplante, ela desenvolveu o site Sou Doador, que busca conscientizar a população sobre a importância da doação de órgãos. “Hoje quase 20 pessoas vieram com a camiseta da minha campanha, e isso é lindo. Meu principal objetivo é fazer com que aqueles que estão na agoniante espera por um transplante saibam que existe alguém fazendo algo por eles fora dos hospitais.”

A sexta edição paulistana do Rolling Stone Music & Run aconteceu no Sambódromo do Anhembi. Realizado pela Rolling Stone Brasil, o evento reuniu cerca de 10 mil pessoas que celebraram os benefícios do esporte e da música. Os atletas, que puderam escolher entre realizar percursos de 5km ou 10km — além da caminhada de 3km —, praticaram a corrida de rua ao som de rock, e desfrutaram de apresentações exclusivas do Warriors e dos Titãs.

Recomendadas