Um mês após a morte de Dolores O’Riordan, integrantes do Cranberries planejam álbum com gravações da cantora

Em depoimento publicado nas redes sociais, eles contam que “ver todo o impacto positivo que Dolores teve na vida de tanta gente é incrível”

Redação Publicado em 16/02/2018, às 15h24 - Atualizado às 16h58

Dolores O'Riordan, finada vocalista da banda The Cranberries

Ver Galeria
(2 imagens)

Os ex-companheiros de banda de Dolores O’Riordan, Noel Hogan, Mike Hogan e Fergal Lawler, divulgaram na última quinta, 15, na página do Facebook do Cranberries, a informação de que planejam lançar um álbum utilizando vocais que a cantora já havia gravado antes de morrer.

No comunicado, eles agradecem aos fãs todas as mensagens de apoio e força que têm recebido, e dizem que “ver todo o impacto positivo que Dolores teve na vida de tanta gente é incrível e nos conforta nesse momento tão difícil.”

“Muita gente tem nos perguntado qual será o futuro da banda”, eles continuam. “Temos discutido isso durante os últimos dias. Ao longo dos último meses, já havíamos começado o processo de composição do novo álbum do Cranberries, e algumas músicas já até estão bem desenvolvidas. Dolores já tinha gravado o vocal dessas faixas, então decidimos finalizá-las, que é o que ela gostaria que fizéssemos.”

Eles encerram dizendo que, ao longo dos próximos meses, “além de finalizar o novo álbum, existem ainda outros projetos do Cranberries que já estavam encaminhados. Vamos olhar para cada um deles conforme o tempo permitir.”

A vocalista da banda, Dolores O’Riordan, foi encontrada morta em Londres, no dia 15 de janeiro, aos 46 anos. A causa oficial da morte ainda não foi divulgada. Dolores estava na cidade inglesa para gravar uma participação na cover da música “Zombie” (sucesso da banda em que cantava) que estava sendo produzida pelo grupo de metal Bad Wolves, mas morreu antes.

Ouça abaixo a produção final, sem a participação da cantora.